Homem assalta posto de combustíveis, enfrenta a PM e morre com tiro no rosto

Durante confronto com a Polícia Militar, Rodrigo Castilho Neves, de 30 anos, foi morto a tiros em Campo Grande. A ação ocorreu por volta das 4h30 desta quinta-feira (16) na rua Pacífico Lopes Siqueira, no Jardim América, após a vítima ter assaltado um posto de combustíveis.

Caso aconteceu no início da manhã de hoje
Caso aconteceu no início da manhã de hoje

Este foi o segundo caso num intervalo de apenas 10 horas. No início da noite de ontem (15), Gabriel Carlos Albuquerque Santana, de 20 anos, foi morto ao reagir a abordagem de uma equipe do Batalhão de Choque, na Vila Nova Capital, na região das Moreninhas.

Segundo o major Wellington Figueiredo, Rodrigo chegou ao local em um veículo Palio de uma empresa, estacionou na lateral do posto e se dirigiu a pé até o local.

Armado com um revólver 38, ele abordou dois frentistas, deu uma coronhada na cabeça de uma das vítimas, roubou celulares, uma chave de uma moto e dinheiro do caixa.

Quando o assaltante saía do estabelecimento, os frentistas avistaram uma viatura que fazia rondas na Costa e Silva e pediram socorro.

Rodrigo, que tinha como passageira uma mulher, se preparava para fugir quando os policiais deram ordem para que os dois saíssem do carro.

A mulher obedeceu, mas Rodrigo tentou atirar nos policiais e houve revide. Ele foi atingido por um tiro no rosto e morreu dentro do veículo. Já a mulher foi detida para prestar esclarecimento.

De acordo ainda com o major, as vítimas disseram que durante todo o tempo em que permaneceu no local, o bandido manteve a arma engatilhada e estava agressivo.

O carro que o assaltante usava é de uma empresa do irmão dele. Rodrigo tem uma extensa ficha criminal na polícia como roubo, homicídio doloso e lesão corporal.

O valor que o rapaz roubou do caixa não foi divulgado. O gerente da conveniência do posto, Edson Dias Martins, disse que no estabelecimento há câmeras de segurança e as imagens serão entregues à polícia.

Comentários

comentários