Homem ameaça atear fogo na casa da ex, mas é perseguido e morto a facadas

Agnaldo João Schellemberg, de 47 anos, foi morto a facadas ontem à noite (9) na favela Cidade de Deus, no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande. Sua ex-mulher é a principal suspeita do crime.

10tenta

Segundo informações do registro policial, a vítima e a mulher estavam separados há duas semanas, mas Agnaldo ia sempre à residência dela para tentar uma reconciliação e causava transtornos à mulher.

Ontem à noite, porém, ele ameaçou atear fogo no barraco da ex e revoltou os familiares dela e os vizinhos. Agnaldo foi perseguido por eles, que estavam armados com foices e facas.

Uma pessoa, que não teve a identidade revelada, atirou uma faca conta a vítima e a atingiu nas costas.

Agnaldo tentou fugir, mas acabou ficando preso numa cerca de arame farpado. Neste momento, segundo relatos da ocorrência, a suspeita desferiu vários golpes de faca, além de chutes e socos, causando a morte de Agnaldo.

Três pessoas, incluindo a ex-mulher, estão sendo procurados pela polícia acusadas da autoria do crime.

O caso foi registrado como homicídio doloso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga.

Comentários

comentários