Homem agride familiares, tenta ferir policiais com facão e acaba morto a tiros

Da Redação

Leandro Vitor da Silva, 32 anos, morreu no início desta segunda-feira (11) após ser baleado com tiros de bala de borracha e arma de fogo, depois de agredir familiares e tentar ferir policiais militares com facão. O caso ocorreu em Maracaju, cidade distante a 160 quilômetros de Campo Grande.

Homem sendo atendido pelo Corpo de Bombeiros. (Foto: Robertinho/Maracaju Speed).

Segundo informações do boletim de ocorrência, a esposa da vítima contou que Leandro trabalhava em uma fazenda e retornou para casa na manhã de domingo (10). À polícia, a mulher relatou que o marido chegou em casa tendo alucinações e dizendo que precisava matar um homem conhecido como ”gaúcho”.

No início desta manhã, Leandro pegou o filho de três anos no colo e disse que iria dar uma volta com a criança. A esposa tentou impedi-lo e foi empurrada. A mãe do homem tentou intervir e acabou agredida pelo filho com um golpe de barra de ferro na cabeça.

A família conseguiu correr e pedir socorro para vizinhos. A Polícia Militar foi acionada e, ao tentar conter o autor, dois policiais foram agredidos. Com um facão, Leandro tentou ferir os militares.

Durante a confusão, Leandro acabou ferido com tiros de bala de borracha. No momento em que tentava desarmar um dos policiais, o homem também foi ferido por um disparo de arma de fogo na perna.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e Leandro levado ao hospital da cidade. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Maracaju.

Comentários