Hamilton conquista 50ª pole position na abertura 2016 da Formula 1

Lewis Hamilton é pole position para o GP da Austrália (Foto: Getty Images)
Lewis Hamilton é pole position para o GP da Austrália (Foto: Getty Images)

A Formula 1 recomeça neste fim de semana e hoje já ocorreu o treino classificatório para o GP da Austrália, onde o inglês Lewis Hamilton conquista a pole position, marcando sua 50ª pole na carreira. A abertura da temporada 2016 era aguardada para também dar inicio ao novo sistema de definição do grid de largada das corridas, em formato eliminatório, que estreou neste sábado (19). Os brasileiros Felipes Massa e Nasr não tiveram uma estréia muito feliz e ficaram longe na fila de partida.

Para a corrida neste domingo, o gride com Hamilton em primeiro lugar, terá seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, em segundo, seguido da dupla da Ferrari, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen. Felipe Massa ficou com a sexta colocação, atrás da STR de Max Verstappen. Já seu parceiro de Williams, Valtteri Bottas, caiu no Q2, e largará em 11º. Com o limitado carro projetado pela Sauber para 2015, Felipe Nasr não passou do Q1, e partirá da 17ª colocação.

Assim, a novidade ficou somente no formato, porque na pole position, nada de novo: mais veloz em todos os treinos livres em Melbourne, Hamilton, confirmou o favoritismo e ficou com a posição de honra, com o tempo de 1m23s837. A transmissão pela TV da corrida será a partir das 2h (horário de Brasília) da madrugada deste domingo.

“Eu tenho que tirar o chapéu para esta equipe. O que eles fizeram para elevar o nível mais uma vez, pelo terceiro ano seguido, me inspira e me motiva. Curti pilotar o carro, acertamos o set-up em cheio. Foram algumas voltas muito sexies! Fluíram, sem erros. Adorei! “, disse Hamilton, em entrevista coletiva exibida pelo Sport TV.

Formato diferente

No novo formato, o treino seguiu dividido em Q1, Q2 e Q3, mas em cada uma das fases, o último colocado era eliminado assim que o cronômetro marcava nove minutos para o fim, e em seguida iam caindo um piloto por um a cada 90 segundos. A intenção era dar uma pitada de emoção e, quem sabe, uma embaralhada no grid. O primeiro objetivo foi atingido. Em partes: nas duas primeiras partes, o que se viu foi pista cheia e competidores tensos, brigando para fugirem da zona de corte.

Já no Q3, devido à limitação do número de jogos de pneus para o fim de semana, o que se viu foi um verdadeiro anticlímax. Poupando compostos para as corridas, os pilotos recolheram para os boxes assim que anotaram os primeiros tempos e de lá não saíram mais. Com isso, antes de o c cronômetro zerar, o britânico já se pesava e comemorava a pole position. (com informações Sport TV)

Matéria: Lúcio Borges

Comentários

comentários