Guarda municipal que efetuou disparos em conveniência é demitido do cargo

Da Redação

O guarda municipal Oscar Martimiano Gomes foi exonerado do cargo após ser preso em flagrante por fazer disparos com um revólver calibre 38, em frente a uma conveniência, no bairro Oliveira. A decisão foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial de Campo Grande.

Divulgação.

O policial municipal de 45 anos preso em flagrante pelo Batalhão de Choque (tropa de elite da PM) após efetuar os disparos com um revólver em frente a uma conveniência do bairro Oliveira (região oeste), completamente bêbado, no sábado do dia 18 de fevereiro.

Segundo o Choque, o acusado estava em frente a uma conveniência, bêbado e manuseando uma arma de fogo, disparando tiros para o alto. Assim que identificou a chegada dos PMs, o homem tentou fugir em uma caminhonete, porém, populares anotaram a placa do veículo.

Localizado pelos policiais, o homem se identificou como proprietário da caminhonete e policial municipal, confessou que estava com a arma e que a escondera no interior de uma casa, localizada no mesmo bairro.

O acusado foi levado para a delegacia de plantão do bairro Piratininga, na região sul, onde foi indiciado por disparo em via pública e posse irregular de arma de fogo.

Oscar chegou a ser afastado do cargo por dois meses e sofreu um processo administrativo disciplinar que investigou a conduta do agente municipal.

Comentários