Guarda costeira italiana encontra 12 cadáveres e resgata 29 migrantes

A guarda costeira italiana anunciou nesta quarta-feira (2) que encontrou 12 cadáveres de migrantes em um bote inflável e que resgatou 29 pessoas no mar Mediterrâneo.

“Desviamos, em direção à lancha que lançou um SOS com um telefone satelital, cinco barcos que encontraram o bote meio desinflado. Vinte e nove migrantes foram resgatados e 12 recolhidos” sem vida, declarou à AFP o serviço de imprensa dos guardas costeiros italianos, que coordenam todas as operações de resgate.

“Podemos pressupor que havia mais pessoas a bordo”, acrescentou a mesma fonte, sem indicar quantas. “Foi a única operação do dia, o único bote que foi lançado no mar, porque as condições meteorológicas estavam ruins”, afirmou.Mais de 3.800 migrantes morreram tentando atravessar o Mediterrâneo para chegar à Europa neste ano, segundo organizações internacionais.

Horas antes, o almirante italiano Enrico Credentino, no comando da operação Sophia, lançada pela União Europeia (UE) contra os traficantes de migrantes, expressou esperança de que a atual formação da guarda costeira líbia permita evitar novas catástrofes, como a morte de migrantes perto das costas do país norte-africano.

Comentários

comentários