Grupo suspeito de latrocínio em Dourados é detido na região de fronteira

A Polícia Civil identificou a pouco quatro acusados pela morte de Wesley Gonçalves da Silva, 24. O corpo da vítima foi encontrado em Dourados, na manhã de quarta-feira (28). Os acusados, três menores de idade e um maior, foram localizados em Ponta Porã fronteira com o Paraguai e em Dourados.

Corpo possuía várias marcas de golpe de faca – Crédito: Osvaldo Duarte/Dourados News

Conforme o delegado do SIG (Serviços de Investigações Gerais) Rodolfo Daltro trata-se de crime de latrocínio, o que já era investigado pela polícia.

Informações do Dourados News dão conta que uma adolescente, um jovem maior de idade e dois menores de idade são suspeitos de terem feito uma “emboscada” para o rapaz que foi morto com 25 golpes de faca.

Equipe do SIG está em Ponta Porã e se desloca para Dourados neste momento. Ainda conforme Daltro, a adolescente foi detida em Dourados.

Ainda não há mais detalhes sobre como ocorreu o crime e a participação de cada pessoa acusada.

O caso

O corpo de Wesley Gonçalves da Silva, de 24 anos, conhecido também como ‘Lelo’, foi encontrado na manhã de quarta-feira (28), na rua Natal, próximo a Toca de Assis, em Dourados.

Wesley foi reconhecido pela mãe e pela namorada. Ele era morador no Jardim Ouro Verde.

Conforme mostrado pelo Dourados News havia a suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte) no caso. Um dos fatores que levavam a esse direcionamento era o fato do veículo da vítima, modelo Pálio, ter ‘sumido’.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui