Grêmio joga mal, é dominado pelo Rosario e perde em casa

O Grêmio precisará mais do que nunca ser o Imortal na Libertadores. O Tricolor gaúcho teve péssima atuação na Arena, nesta quarta-feira, acabou dominado e derrotado pelo Rosario Central por 1 a 0, gol marcado por Marco Rubén no início do primeiro tempo, no jogo de ida das oitavas de final.

Rosario Central conseguiu um ótimo resultado em Porto Alegre (foto:Ricardo Rimoli/LANCE!Press)
Rosario Central conseguiu um ótimo resultado em Porto Alegre (foto:Ricardo Rimoli/LANCE!Press)

Com o resultado, a equipe do técnico Roger precisará vencer por dois gols de diferença ou por um gol desde que faça ao menos dois na próxima quinta-feira na Argentina para avançar às quartas de final. Caso vença por 1 a 0, o time gaúcho levará a decisão da vaga para os pênaltis.

No jogo desta quarta, Roger apostou na equipe que teve a melhor atuação no ano até aqui, na vitória sobre a LDU. E o primeiro lance de perigo foi do Tricolor com Bolaños, que chegou a driblar o goleiro Sosa, mas ficou sem ângulo para finalizar. Pouco depois, porém, começou o pesadelo gaúcho no gol de Marco Rubén, após falha do sistema defensivo.

Ter vantagem na casa do adversário em mata-mata é uma especialidade argentina. O Grêmio mordeu a isca e entrou na pilha. Não se encontrou em campo e viu o adversário controlar as ações. Marco Rubén quase marcou o segundo, mas o travessão impediu. Bolaños chegou a perder outra oportunidade para o Grêmio e foi só. As vaias da torcida no fim da etapa inicial foram justas para um Tricolor bem abaixo do esperado.

Veio a etapa final e o cenário continuou muito ruim. O Grêmio encontrava muitas dificuldades para chegar ao gol do Rosario. Além disso, muitos erros de passe e problemas na saída de bola devido à pressão da marcação adversária desde o campo defensivo.

Roger tentou mudar um pouco o panorama promovendo as entradas de Everton, Bobo e Lincoln. Mesmo assim a noite não era favorável. O Rosario se fechou muito bem na defesa, esteve firme na marcação e causou tormenta quando chegava no contra-ataque. E foi assim até o apito final. Na Argentina o Grêmio precisará jogar tudo que não jogou dentro de casa.

FICHA TÉCNICA GRÊMIO 0 X 1 ROSARIO CENTRAL (ARG)

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-hora: 27/4/2016 – 21h45
Árbitro: Victor H. Carrillo (Fifa-PER)
Auxiliares: Jonny Bossio (Fifa-PER) e Braulio Cornejo (Fifa-PER)
Renda e público: R$ 1.271.921,00 – 31.762 pagantes
Cartões amarelos: Walace, Maicon, Fred, Bolaños e Bressan (GRE); Pinola, Cervi, Musto, Lo Celso e Burgos (ROS)
Gol: Marco Rubén – 13’/1ºT (0-1)

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Ramiro, Fred, Bressan e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Everton – 15’/2º T), Douglas (Lincoln – 26’/2º T) e Giuliano; Luan e Miller Bolaños (Bobô – 20’/2ºT) – Técnico: Roger Machado.

ROSARIO CENTRAL (ARG): Sosa, Salazar, Burgos, Donatti e Pinola; Montoya, Musto, José Fernández e Cervi (Gil Romero – 47’/2ºT); Herrera e Marco Rubén (Lo Celso – intervalo) – Técnico: Eduardo Coudet (Lancepress!)

Comentários

comentários