Grêmio elimina o CRB, ‘vítima de Felipão’, e avança na Copa do Brasil

Técnico conquistou, pelo CSA, seus dois primeiros títulos no futebol diante do Galo da Pajuçara, derrotado em pleno Rei Pelé. Próximo rival tricolor será o Criciúma

Luiz Felipe Scolari conquistou o único título de sua carreira como jogador, o Campeonato Alagoano de 1981, defendendo o CSA. No ano seguinte, já comandando a equipe, iniciou sua trajetória de treinador levando o time a nova conquista estadual. As duas taças vieram diante do CRB. CRB que voltou a sofrer tendo Felipão como adversário na noite desta quarta-feira. Os comandados dele venceram o Galo da Pajuçara por 3 a 1, no Rei Pelé, eliminando a necessidade de jogo da volta e garantindo o Tricolor na terceira fase da Copa do Brasil.

13gre

Luan e Pedro Rocha, duas vezes, marcaram os gols do Tricolor, que terá o Criciúma como rival na próxima fase da competição. Time catarinense que, tendo Felipão na casamata, levou a Copa do Brasil de 1991 justamente diante do Grêmio. O valente CRB, que teve bom desempenho no segundo tempo após ir mal na etapa inicial, descontou com Maxwell.

GRÊMIO DOMINANTE

Tetracampeão da Copa do Brasil (1991, 1994, 1998 e 2002, Felipão retornou ao estado de Alagoas sem poder contar com então titular Yuri Mamute, que está à serviço da Seleção Brasileira sub-20, e Braian Rodríguez, ainda lesionado. A sua opção foi escalar Pedro Rocha, oriundo da base gremista, ao lado de Luan no ataque, com Giuliano competando o trio ofensivo. E a qualidade deles foi fundamental. Melhor em campo, o Tricolor não tardou a abrir o placar. Aos 12, Luan recebeu de Giuliano e fez Grêmio 1 a 0.

Com um time repleto de jogadores experientes, como Julio Cesar, Paulo Sérgio, Audálio, Leandro Brasília e Zé Carlos, o CRB bem que tentou envolver o Grêmio. Mas faltou tranquilidade para transpor a marcação tricolor. Os comandados de Felipão até chamaram o adversário para o seu campo, facilitando o aumento da posse de bola do time regatino. Mas o Tricolor era objetivo. Pedro Rocha provou isso ao receber na entrada da área, se livrar da marcação e finalizar sem chance para Julio Cesar, aos 36. Grêmio 2 a 0.

E coube ao trio já citado garantir o terceiro e deixar o Grêmio mais próximo da classificação antecipada. Luan foi o primeiro a tentar superar Julio Cesar, Giuliano foi o segundo a ter sua finalização espalmada e coube a Pedro Rocha, após passe de Luan, fazer o terceiro, aos 42. Segundo gol da novidade tricolor nesta quarta-feira.

CRB PRESSIONA, DIMINUI, MAS GRÊMIO AVANÇA DE FASE

Não faltou vontade ao CRB. O atual campeão alagoano e time que largou com vitória na Série B do Brasileirão – superou o Bragantino, por 2 a 0 – voltou com postura diferente para o segundo tempo, diminuindo os espaços e tentando pressionar o Grêmio, que oferecia seu campo defensivo ao rival para buscar os contra-ataques. Os contra-ataques não surgiram com a qualidade esperada e, com isso, o time regatino chegou a levar perigo ao ao Tricolor. Maxwell, aos 18, finalizou com força à esquerda de Grohe. De tanto cercar o Tricolor, o CRB conseguiu, com justiça, seu tão trabalhado gol, quando Maxwell concluiu a jogada iniciada pela direita, aos 25.

O Grêmio precisava voltar a jogar para não correr o risco de sofrer o segundo gol e, com isso, não eliminar o time da casa já nesta quarta. Pelo desempenho nos primeiros 45 minutos, evitar essa segunda partida era mais do que viável. A entrada de Douglas garantiria mais qualidade no “último passe”. Ele cumpriu o “prometido” deixou Luan cara a cara com Julio Cesar. Mas o atacante, com uma cavadinha, finalizou por cima do gol, aos 35. O gol desperdiçado não fez falta. Mas foi por pouco. Aos 45 minutos, Daniel Cruz quase garantiu o jogo da volta, que seria realizado no próximo dia 19, mas a finalização foi por cima do gol de Grohe. Na sequência, seria a vez de Everton desperdiçar ótima chance para o Grêmio.

FICHA TÉCNICA CRB 1 X 3 GRÊMIO

Local: Rei Pelé, em Maceió (AL)
Data-hora: 13/10/2015 – 19h30
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Auxiliares: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Marcos Welb Rocha de Amorim (BA)
Renda/Público: Não divulgados.
Cartões amarelos: Zé Carlos, Daniel Marques e Maxwell (CRB); Pedro Rocha e Matías Rodriguez (GRE).
Cartões vermelhos: Não houve.
Gols: Luan, 12’/1ºT(0-1); Pedro Rocha, 36’/1ºT(0-2); Pedro Rocha, 42’/1ºT(0-3); Mawell, 25’/2ºT(1-3).

CRB: Julio Cesar; Gleidson, Audálio, Daniel Marques e Gleison Souza; Glaydson, Olívio, Leandro Brasília (Gérson Magrão, 28’/2ºT) e Fernando; Maxwell (Bruno Nascimento, 39’/2ºT) e Zé Carlos (Daniel Cruz, Intervalo) – Técnico: Alexandre Barroso.

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Matías Rodriguez, Pedro Geromel e Rhodolfo e Júnior; Marcelo Oliveira, Walace, Maicon (Douglas, 24’/2ºT) e Giulano; Luan (Everton, 43’/2ºT) e Pedro Rocha (Fellipe Bastos, 21’/2ºT) – Técnico: Luiz Felipe Scolari.

LANCEPRESS!

Comentários

comentários