Grávida morre e perde o bebê após ser esfaqueada pelo marido

Um americano foi acusado por dois crimes de homicídio, nesta terça-feira, três dias após ter esfaqueado a mulher grávida, que acabou perdendo o bebê, no Condado de DuPage, em Minnesota, nos Estados Unidos. A irmã da vítima viu o ataque.

Lyuba (à direita) teve a morte testemunhada pela irmã (à esquerda) Foto: Reprodução / Facebook
Lyuba (à direita) teve a morte testemunhada pela irmã (à esquerda) Foto: Reprodução / Facebook

Segundo a testemunha, Yevgeniy Eugene Savenok, de 30 anos, prendeu a mulher, Lyuba Savenok, de 23, em um mata-leão e a esfaqueou várias vezes, inclusive no pescoço, com uma faca de cozinha. O crime aconteceu na casa da família, no último sábado.

Em seguida, o agressor fugiu do local, levando os outros dois filhos pequenos do casal. Embora a irmã da vítima tenha ligado para o serviço de emergência, a grávida não pôde ser salva. Ela chegou a ser levada a um hospital local onde deu à luz, mas o bebê, prematuro, também não resisitiu. Segundo legistas, a mulher levou ao menos 12 facadas.

Lyuba ao lado do marido, que está preso Foto: Reprodução / Facebook
Lyuba ao lado do marido, que está preso Foto: Reprodução / Facebook

Poucas horas depois, Savenok se entregou às autoridades ao lado dos dois filhos, que nada sofreram. Segundo a polícia, ele já havia sido agressivo com a mulher anteriormente. Por isso, promotores esperam condená-lo à prisão perpétua.

Ainda não há data para o enterro de Lyuba e de seu bebê. (As informações são do jornal “The New York Daily News”)

 

Comentários

comentários