GP na Holanda pode substituir Barcelona na Fórmula 1 em 2020

Gazeta Esportiva.com

Depois de confirmar o Vietnã como uma das sedes da temporada 2020 da Fórmula 1, a categoria pode ganhar um novo país em seu calendário, substituindo o tradicional Grande Prêmio de Barcelona. A Liberty Media, detentora dos direitos da categoria, cogita realocar a data para uma corrida na Holanda, que não faz parte do roteiro desde 1985. A pista de Zandvoort seria o local escolhido, de acordo com o Motorsport.com.

A publicação do site automobilístico teve acesso a uma fonte em Baku, durante o GP do Azerbaijão, que confirmou haver um acordo adiantado da Fórmula 1 com o circuito. Não há, no entanto, a assinatura de um contrato já efetivada, com detalhes a serem resolvidos. Se confirmada, a Espanha abandonar o calendário de 2020, com Zandvoort entrando em maio, à frente do GP de Mônaco.

Fórmula 1 pode sofrer mudanças no calendário em 2020 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

A saída da corrida em solo espanhol, inclusive, pode ter a ver com a situação contratual, já que Barcelona é um circuitos que o vínculo se expira no fim da atual temporada, assim como Silverstone, Hockenheim, Monza e México. Em 2020 já está confirmada a adição do Vietnã em abril.

Para voltar a receber um Grande Prêmio de Fórmula 1, Zandvoort terá de passar por uma série de reformas para entrar no padrão exigido pela FIA. A primeira prova na Holanda aconteceu em 1952 e esteve no calendário até 1985, com exceção de quatro anos. Em outubro de 2018, o falecido diretor de provas da F1, Charlie Whiting inspecionou o local.

“Acho que há um grande potencial em Zandvoort. Algumas coisas precisam ser mudadas, mas há uma grande disposição para mudar. Acho que isso poderia ser feito. Haveria uma boa reta longa o suficiente para usar o DRS bem, e você também manteria os elementos históricos do circuito. Eu acho que seria muito legal”, disse na época.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui