Governo vai gastar mais de R$ 9 milhões para pagar 161 pedidos de PDV

Com o fim do prazo dos pedidos de adesão, a SAD tem 45 dias úteis para análise, decisão e publicação dos atos de deferimento e indeferimento

Com o encerramento do prazo de adesão ao PDV (Programa de Desligamento Voluntário) do Governo de Mato Grosso do Sul, 161 pedidos foram contabilizados pela Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização. Os dados são da Comissão de Avaliação do PDV.

Vista do prédio da Governadoria em Campo Grande (Foto: Divulgação )

De acordo com o relatório, o montante correspondente aos pedidos é de R$ 9.094.340,96. Os números incluem o valor do incentivo financeiro do PDV e os doze meses de contribuição patronal do Plano de Saúde da Cassems.

Quanto à lotação dos servidores, o número maior de pedidos é da Secretaria de Estado da Educação, seguida pela Funsau (Fundação de Serviços de Saúde), Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho e Secretaria de Estado de Saúde.

“Entendo que o número de pedidos está dentro do esperado, pois não tínhamos grandes expectativas quanto ao número de adesões, tendo em vista a situação econômica do país neste momento. Com altas taxas de desemprego, o serviço público ainda é bastante atrativo”, frisa o titular da SAD, secretário Roberto Hashioka.

Segundo informações da Secretaria, com o fim do prazo dos pedidos de adesão, a SAD tem 45 dias úteis para análise, decisão e publicação dos atos de deferimento e indeferimento.

Em relação aos atos de exoneração, serão publicados em até 30 dias úteis após o deferimento do pedido. Quanto ao pagamento da primeira parcela do incentivo, estará disponível no mês subsequente ao ato de exoneração, na data de pagamento dos servidores públicos do Estado.

Comentários