Governo vai chamar 2ª colocada para terminar obra do Aquário do Pantanal

O Governo do Estado vai convocar o segundo colocado na licitação para concluir as obras do Aquário do Pantanal, em construção no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. A decisão vem após a Egelte negar-se a acatar ordem judicial para retomar o projeto.

Aquário do Pantanal está com obras paradas há um mês Foto Márcio Nory
Aquário do Pantanal está com obras paradas há um mês Foto Márcio Nory

O ato é mais protocolar do que efetivo, isso porque a empreiteira havia anunciado que só aceita voltar ao empreendimento com uma auditoria finalizada, o que não deve ser contratada pela administração pública.

Esse impasse vem se arrastando desde final de julho e a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) confirmou nesta quarta-feira (16) que aguarda apenas ser notificada que a Egelte não cumpriu a retomada do canteiro para rescindir unilateralmente o contrato assinado em 2011, no valor inicial de R$ 84.749.754,23.

Atualmente o valor da obra que seria um símbolo para Campo Grande e Mato Grosso do Sul ultrapassa os R$ 105 milhões, de acordo com dados do Tribunal de Contas do Estado.

Com a rescisão concluída, a segunda colocada na licitação, o consórcio de empresas de São Paulo e Paraná Azevedo e Travassos/DM será notificado para assumir a finalização do Aquário do Pantanal.

O governo não informou prazo para os procedimentos a serem adotados, ou seja, rescisão com a Egelte e convocação da Azevedo&Travassos/DM. Por meio de sua assessoria, a empresa paulista informou, nesta tarde, que aguardará comunicado oficial sobre a convocação para analisar a situação da obra e, então, posicionar-se a respeito.

Comentários

comentários