Governo reforça policiamento com Operação Boas Festas

Da Redação

Começa nesta sexta-feira (8), em Campo Grande e nas principais cidades do interior de Mato Grosso do Sul, a Operação Boas Festas, que reforça o policiamento em áreas de comércio no fim de ano. O objetivo é dar mais segurança às comunidades, que ficam envolvidas com as compras e festividades de Natal e Ano Novo.

O ato solene de lançamento foi realizado em Campo Grande, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, do prefeito Marcos Trad, do secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, e dos comandantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, coronéis Waldir Ribeiro Acosta e Esli Ricardo de Lima, respectivamente.

“Nessa época do ano aumenta muito o número de pessoas circulando, principalmente nas áreas do comércio, no centro e nos bairros das cidades. Então, esse reforço é de extrema importância”, avaliou Reinaldo Azambuja.

Conforme o comandante do Policiamento Metropolitano de Campo Grande, coronel Renato Tolentino, a principal característica do policiamento natalino é a prevenção. “Chamamos de ostensividade, para que a população possa perceber, visualizar e em casos de necessidade acionar a polícia”, disse.

Pelo menos 1,3 mil policiais militares estarão empenhados na Operação Boas Festas – parte do efetivo administrativo passa a reforçar o trabalho operacional. Na Capital, o reforço será no Centro e nas principais avenidas dos bairros, como Júlio de Castilho, Manoel da Costa Lima, Raquel de Queiroz, Marquês de Pombal e Bom Pastor.

Os locais foram definidos por meio de levantamentos estatísticos realizados pela Polícia Militar, através do serviço de inteligência e em consulta às associações. Iniciada hoje, a operação segue até 8 de janeiro de 2018. Nos municípios do interior ainda haverá ações especiais com foco na redução dos índices criminais, aumento da segurança e bem estar dos sul-mato-grossenses.

Integração

Para este ano, além da Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil também terão reforço das operações no período de Natal e Ano novo, com ações integradas de segurança.

“A ação é extremamente importante porque temos uma circulação maior de pessoas e de dinheiro em todas as regiões das cidades. Só no Centro de Campo Grande a gente tem uma circulação aumentada de mais de 300 mil pessoas. Então, a segurança é um fator preponderante para que tenhamos tranquilidade”, avaliou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, João Carlos Polidoro.

Também participaram do ato o deputado Rinaldo Modesto; o delegado-geral da Polícia Civil, Marcelo Vargas; o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Hermas Renan Rodrigues; e o comandante metropolitano do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo Frahia.

Comentários