Governo lança campanha “Cidade Segura” com entrega viaturas, armas e munições

seguranca-133
Gvernador assina parceria (Fotos: Chico Ribeiro)

O governador Reinaldo Azambuja e o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, lançaram oficialmente na manhã deste sábado (3), em Campo Grande, a campanha “Cidade Segura”, em ação de plano de Segurança as festividades de fim de ano pelo Mato Grosso do Sul. O chefe do Executivo, na Praça Ary Coelho, no centro da Capital, ratificou que tem por objetivo reforçar ‘ainda mais’ o policiamento na Capital e cidades do interior neste período de mais de um mês.

A ação ocorre em razão do aumento do fluxo de pessoas nas áreas comercias da cidade por conta do pagamento do 13º salário e das festividades natalinas. Apesar do clima de recessão, a expectativa de movimento do comércio para este fim de ano é boa, onde cerca de 350 mil pessoas devem circular, somente pelo centro da Capital, nos dias de horário estendido, segundo a ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande). As ações de segurança são uma parceria assinada hoje pelo governador, entre a Sejusp e a ACICG, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Conselhos Comunitários de Segurança.

A estratégia é reforçar com mais 400 homens, o efetivo policial de todas as unidades subordinadas ao Comando de Policiamento Metropolitano (CPM). Atualmente, o CPM conta com 900 policiais que também atuarão na “Cidade Segura”, totalizando 1.300 policiais a mais circulando pelas ruas da cidade. O aumento do efetivo se dá pela utilização dos alunos dos cursos de cabos e sargentos da PM, além de militares das unidades administrativas da PM. “Cada batalhão ficou responsável por levantar na sua área quais são as regiões comerciais. Vamos ficar nas ruas até o último comerciante ir embora. Porque a gente vai fazer a segurança não só para a população, mas também para quem está trabalhando”, afirmou o comandante do CPM, Waldir Ribeiro Acosta.

O governador Reinaldo Azambuja, destacou que o reforço é graças ao incentivo do governo do Estado em novos cursos de formação de policiais, na segurança em geral e vindo do legado dos Jogos Olímpicos no Brasil. “Abrimos e convocamos agentes e novos cursos para reforçar agora e já pensando em ficar para depois, como as 18 viaturas, armamentos e equipamentos entregues neste sábado, que são o legado deixado pelas Olimpíadas Rio 2016 para MS, provenientes de um convênio firmado com o governo federal na época. E ainda está prevista para o ano que vem a entrega de outras 300 viaturas, como parte do osso

Fotos: Chico Ribeiro
Fotos: Chico Ribeiro

programa MS Mais Seguro, que tem um investimento total de R$ 96 milhões”, apontou.

Reforço e reduzir crimes

Além de aumentar a segurança nas ruas, a campanha tem por objetivo reduzir os índices criminais, garantindo assim o bem estar da população durante as compras de fim de ano, época em que aumenta significativamente o fluxo de pessoas e a circulação de dinheiro na cidade.

Com início neste sábado, a campanha segue até o próximo dia 08 de janeiro, com rondas ostensivas e preventivas nas principais avenidas e ruas de todas as regiões da cidade, em shoppings e centros comerciais e feiras livres, em todo o horário comercial e uma hora após o fechamento do comércio.

Policiamento Interior

Além de Campo Grande, também realizarão a Operação Final de Ano o Comando de Policiamento de Área I, que abrange as cidades Dourados, Ponta Porã, Nova Andradina, Naviraí, Fátima do Sul e Maracaju, que contará com um efetivo de mais de 1.000 policiais.

Comando de Policiamento de Área II, que abrange Três Lagoas, Coxim, Paranaíba e Chapadão do Sul, que terá o efetivo reforçado em mais 487 policiais e o Comando de Policiamento de Área II, que abrange Corumbá, Jardim, Aquidauana e Bonito, onde serão 501 policiais a mais na Operação Final de Ano da PM.

seguranca-76Legado dos Jogos Olímpicos

Durante a solenidade o governador Reinaldo e o secretário Barbosa farão também a entrega de 12 caminhonetes 4X4, sendo 8 para a Polícia Militar, 2 para a Polícia Civil e 2 para o Corpo de Bombeiros e mais 6 viaturas para a Coordenadoria Geral de Perícias, que foram recebidos do Ministério da Justiça e Cidadania (MJC), como contrapartida pelo efetivo enviado pelas forças para trabalhar nos Jogos Olímpicos do Rio 2016.

Também serão entregues 165 armas, entre elas 93 carabinas 5.56, sendo 73 para a Polícia Militar e 20 para a Polícia Civil, 70 pistolas semiautomáticas, calibre .40, sendo 58 delas para a PM e 12 para a Polícia Civil e mais 13.258 munições que serão dividas entre as duas forças, 238 equipamentos diversos para a PM e 206 equipamentos de proteção pessoal para a Polícia Civil.

Comentários