Governo inicia pavimentação da MS-223 em Costa Rica para nova rota a Capital

Lúcio Borges

O Governo do Estado autorizou nesta terça-feira (11) o início de uma das etapas do projeto de pavimentação asfáltica da rodovia MS-223, que liga Costa Rica a Figueirão, obra reivindicada há décadas pelos moradores da região. O novo asfalto vai receber investimentos de quase R$ 43 milhões de recursos próprios do Estado, pela fonte do Fundersul. Na primeira etapa (lote 2) serão asfaltados 32,52 quilômetros da estrada de um total de 61 quilômetros – o restante faz parte do lote 1 e será licitado em outubro deste ano. A conclusão dessa obra vai encurtar a distância entre Costa Rica e Campo Grande em mais de 60 quilômetros.

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Helianey Paulo da Silva, o novo caminho será um divisor para quem precisa pegar o trajeto entre Costa Rica e a Capital do Estado. “Hoje, quem precisa ir para Campo Grande faz um caminho de quase 400 quilômetros, tendo que passar por Chapadão do Sul, Paraíso das Águas e Camapuã. Com esse asfalto, estamos criando uma rota direta e mais curta para quem usa a estrada”, explicou.

O secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, ao participar da solenidade da ordem de início dos serviços, no  município no Norte de MS, mencionou que o montante investido na obra evidencia o grande esforço feito pelo governo estadual em um momento difícil da economia do País. “Hoje, 42 anos depois, estamos realizando esse sonho que é a pavimentação dessa rodovia. E vamos concretizá-lo porque é assim que se faz desenvolvimento”, disse.

Área urbana

Além de receber mais de R $ 42 milhões em investimentos para pavimentar parte da rodovia MS-223, Costa Rica também terá investimentos na área urbana. Foram autorizados o recapeamento de diversas ruas do bairro Novo Horizonte e a pavimentação e drenagem da rua Américo Francisco dos Santos e das vias do entorno. Juntos, os investimentos  em asfalto urbano chegam a R$ 1.133.833,39.

Segundo Helianey Paulo, os investimentos nas estradas e na área urbana mostram que o governo se preocupa realmente com a necessidade das pessoas. “Só em Costa Rica foram mais de R$ 76 milhões de investimento em pontes, estradas, reformas de escolas e habitação. Isso mostra a verdadeira intenção do governo estadual, que é a de atender as pessoas”, disse.

Para o prefeito de Costa Rica em exercício, Roberto Rodrigues, o município só tem que agradecer os investimentos vindos do Governo do Estado. “Estamos olhando, estamos vendo o que está acontecendo e somos muito agradecidos por tanto empenho e trabalho por Costa Rica, Figueirão e Chapadão. Vemos que o Governo do Estado tem trabalhado independentemente de partido”, pontuou.

Comentários