Governo fecha novo contrato com a Taurus apontando economia ao Estado

A compra de combustível para frota de veículos do governo do estado de Mato Grosso do Sul, que estava com contratos vencidos, foi regularizada e renovada por mais um ano, com o Consórcio Taurus Distribuidora de Petróleo. A empresa, que já faz o serviço há pelo menos 15 anos para a Administração estadual, garantiu mais um ano, acordando com o Executivo redução de custos. O governo aponta que houve ganhos com a renovação, que garantiu 6,5% de economia em relação ao contrato anterior, da mesma empresa. O novo contrato com o Consórcio é de R$ 31 milhões, conforme extrato do termo publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (12).

De acordo com Carlos Alberto Assis, titular da SAD (Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização), o novo termo é válido por um ano ante o convênio anterior, vencido e que já havia sido renovado por cinco anos, prazo máximo, e o Estado precisou fazer nova licitação, vencida também pela Taurus.

O contrato fechado por meio da SAD, conforme o titular da pasta, teve a redução de valores, que vem de acordo com baixa de preços da empresa e de economia do próprio Estado. “Foram reduzidos custos na troca de óleo, filtro, lavagem, entre outros, mantendo os combustíveis nos valores anteriores. Diminuímos um pouco. Mas, nós também estamos fazendo economia por meio de controle no abastecimento, por exemplo”, explicou Assis, que ratificou que a previsão com o contrato é de R$ 31.190.115,36, mas, a intenção é gastar até menos.

Como o convênio anterior já havia sido renovado por cinco anos, prazo máximo, o Estado precisou fazer nova licitação, cuja vencedora foi, novamente, o consórcio, composto pelas empresas Taurus Distribuidora de Petróleo Ltda. e S.H. Informática Ltda, que presta serviços de gerenciamento por meio de sistema informatizado e integrado para gerir a frota de veículos do Executivo Estadual. Trata-se de fornecimento de combustíveis, além de serviços de lavagem e borracharia.

Comentários