Governo envia cestas básicas e água para famílias ilhadas em Taquarussú

O Governo do Estado enviará, nesta terça-feira (12), 100 cestas básicas e água potável aos moradores do Assentamento Bela Manhã, em Taquarussú, que ficaram ilhados por causa da chuva. Cerca de 200 famílias, quase mil pessoas, já estão sem alimentos. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC), nem mesmo com tratores é possível chegar ao município e o acesso, por enquanto, só poderá ser feito com aeronaves.

A chuva, que inicialmente trouxe prejuízos ao sul do Estado e hoje já atinge todas as regiões de Mato Grosso do Sul, começa a causar enchentes em algumas cidades do oeste, onde as cabeceiras dos rios Aquidauana e Miranda transbordaram afetando famílias ribeirinhas.

Nas cidades de Dois Irmãos do Buriti, Aquidauana e Anastácio famílias já começam a ser retiradas de suas casas, resultando em desabrigados e desalojados.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“A nossa preocupação agora é com a cheia das bacias dos Rios Miranda e Aquidauana. Choveu no norte do Estado e refletiu na região oeste, com a cheia dos rios”, explicou o coordenador da CEDEC, coronel Isaías Bittencourt.

A área rural de Miranda, onde vivem muitas famílias ribeirinhas, está em alerta também por causa da chuva. Conforme o coronel Bittencourt, em Ivinhema e Naviraí as erosões já ameaçam propriedades e prédios públicos.

“Em Ivinhema a erosão ameaça engolir uma delegacia e em Naviraí várias casas podem ser engolidas pela cratera. No município de Naviraí, onde já havia um projeto aprovado para drenagem, o Governo do Estado já autorizou uma obra emergencial para evitar o agravamento da situação. Equipes da Agesul já realizam vistoria no local para iniciar as obras”, disse o coordenador da CEDEC.

Situação de Emergência

Ao todo, 24 cidades em Mato Grosso do Sul já decretaram situação de emergência, incluindo a Capital.

Desse total, 18 municípios estão incluídos nos decretos estaduais- Tacurú, Naviraí, Itaquiraí, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Amambai, Iguatemi, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Juti, Novo Horizonte do Sul, Japorã, Eldorado, Deodápolis, Mundo Novo, Bela Vista e Laguna Caarapã.

Jardim e Campo Grande também decretaram situação de emergência, mas não solicitaram ao Governo do Estado homologação estadual, pedindo diretamente o reconhecimento federal.

As cidades de Vicentina , Taquarussú, Guia Lopes da Laguna e Dois Irmãos do Buriti também decretaram, sendo que este último município ainda não teve o decreto municipal publicado no Diário Oficial.

Notícias MS

Comentários

comentários