Governo do Estado termina 2015 com superávit de R$ 2,1 bi em suas contas

O governo de MS concluiu o ano de 2015 com um superávit em suas contas de R$ 2,102 bilhões. Os números constam no Portal da Transparência de Mato Grosso do Sul.

Primeiro ano de mandato de tucano mostrou bom equilíbrio nas contas (Foto: Divulgação)
Primeiro ano de mandato de tucano mostrou bom equilíbrio nas contas (Foto: Divulgação)

Isso indica que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) soube equilibrar as finanças de sua gestão nos primeiros 12 meses de seu mandato.

Conforme o Portal da Transparência de MS, o total arrecadado em 2015 pelo governo do tucano foi de R$ 14,303 bilhões e as despesas liquidadas somaram R$ 12,201 bilhões.

O Portal ressalta que, em setembro, o governo de Azambuja transferiu para o Tesouro de MS R$ 1,419 bilhão, referentes a recursos de depósitos judiciais – tais transferências teriam aliviado as contas da gestão do tucano.

O Portal recorda que em 2014, último ano da gestão do peemedebista André Puccinelli, o Estado fechou as contas com um déficit de R$ 395,967 milhões.

Receitas maiores

Segundo o Portal da Transparência de MS, as receitas do governo de MS entre janeiro e dezembro de 2015 foram 10,98% superiores ao montante do ano de 2014.

No último ano de sua gestão, Puccinelli, conforme o Diário Oficial de MS do dia 30 de janeiro de 2015, conseguiu reunir receitais totais da ordem de R$ 12,888 bilhões.

Por outro lado, naquele mesmo período as despesas liquidas do governo do peemedebista totalizaram R$ 13,283 bilhões, o que resultou no déficit de R$ 395,967 milhões.

Comentários

comentários