Governo amplia vagas do Vale Universidade e irá investir em qualificação para reduzir Vale Renda

(Foto: Paulo Francis)
Rose Modesto, Vice Governadora do Estado e titular da Sedhast(Foto: Paulo Francis)

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul autorizou no ano de 2015, o aumento de 30% do repasse ao FIS (Fundo de Investimento Social), aos 79 municípios. O Valor que antes era de RS 20 milhões salta para R$ 26 milhões.

A Vice-Governadora do Estado e titular da Sedhast (Secretária de Direitos humanos, Assistência Social e Trabalho), Rose Modesto, explicou durante entrevista concedida ao Página Brazil, na manhã desta quarta-feira(16), que o Governador Reinaldo Azambuja junto com a secretaria estão buscando priorizar o atendimento na área de assistência social, pois segundo os mesmos é o único meio de se alcançar as famílias mais vulneráveis e que necessitam de um olhar de forma especial. “Quando chega este aumento nos municípios aumenta também a capacidade do gestor de cada cidade atender melhor e fortalecer os programas nas áreas de assistência social e poder investir nos espaços físicos, como os CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), e também cuidando do terceiro setor, que são as instituições do Estado que precisam desses convênios com a prefeitura”.

A secretária ressalta que este aumento deve proporcionar o bem estar para as famílias que mais necessitam, e os recursos são destinados desde a aquisição de alimentação para famílias que necessitam por estarem desempregadas, de instituições que prestam estes serviços no contra turno e que dependendo do aporte financeiro que vem do município, sendo da área de assistência social este recurso chegará la também.

Em relação ao programas sociais governo, a vice governadora conta que houve uma ampliação da quantidade de vagas do vale universidade através do processo seletivo de inverno. “Em janeiro nós tivemos o processo com 600 vagas e agora nós dobramos o número para o mês de julho e agosto, onde 90% da mensalidade do seu curso é paga pelo Estado e o acadêmico paga apenas 10% deste valor. É o Estado junto com as universidades conveniadas, e o estudante ainda tem a oportunidade de retribuir através dos estágios”, afirma.

Sobre o Vale Renda, Rose destaca que o governo quer possibilitar às famílias beneficiadas do beneficio a qualificação profissional, e inclusive será lançado um novo programa no mês de novembro onde os mesmos serão acolhidos e terão a oportunidade de se qualificar por meio da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) e posteriormente ser encaminhado ao mercado de trabalho. “Nossa ideia não é cortar quem precisa do programa, mas sim dar oportunidade a essas pessoas para que em um prazo curto elas não dependam mais do beneficio e esteja preparada, qualificada para o mercado de trabalho”, finaliza.

Paulo Francis

Comentários

comentários