Governador vai ao PR visitar cooperativa e atrair mais investimentos a MS

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) visitou ontem (1º) a sede da Coamo (Cooperativa Agropecuária Mourãoense), em Campo Mourão, para conhecer a estrutura e os projetos da indústria que pretende ampliar os investimentos em Mato Grosso do Sul.

Reinaldo Azambuja durante visita à sede da Cooperativa em Campo Mourão
Reinaldo Azambuja durante visita à sede da Cooperativa em Campo Mourão

“Eles estão fazendo um estudo para ampliar a atividade e nos próximos dias ficaram de apresentar o projeto que prevê investimento de R$ 600 milhões”, disse Reinaldo.

Há 11 anos atuando em Mato Grosso do Sul, com a participação de mais de 2,2 mil cooperados e 11 unidades localizadas nos municípios de Amambai, Aral Moreira, Laguna Carapã, Caarapó, Ponta Porã, Maracaju e Dourados, a Coamo sentiu a necessidade de ampliar os investimentos na região. A soja é o principal produto da cooperativa, que hoje está presente em 68 municípios dos estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

“Fizemos uma visita positiva, tivemos uma reunião com a diretoria da Coamo, mostramos os atrativos de Mato Grosso do Sul e nosso interesse em receber os novos investimentos deles, que também se mostraram interessados”, disse o governador sobre a estadia no parque industrial da fazenda.

Coamo

Com recebimento de 7,0 milhões de toneladas de produtos agrícolas, a Coamo respondeu, em 2014, por 3,6% da produção brasileira de grãos e fibras, demonstrando sua importância estratégica na produção de alimentos em âmbito nacional e internacional, cumprindo fielmente seus objetivos sociais.

A cooperativa foi fundada em 28 de novembro de 1970, em Campo Mourão, por um grupo de 79 agricultores na região Centro-Oeste do Estado do Paraná.

De lá para cá, a Coamo promove o desenvolvimento econômico, técnico, educacional e social dos seus associados. Ela possui 115 unidades nos 68 municípios nos três estados em que atua para recebimento da produção agrícola dos seus mais de 27 mil associados.

Comentários

comentários