Governador em exercício, Murilo avalia como positiva agenda em Brasília

Democrata se reuniu com vários ministros em busca de recursos

Depois de se reunir com cinco ministros nesta semana em Brasília (DF), o governador em exercício Murilo Zauith avalia a agenda de trabalho na Capital Federal como produtiva e com bons encaminhamentos para Mato Grosso do Sul nas áreas da segurança pública, infraestrutura e de saúde.

Murilo durante agenda com Mandetta (Foto: Divulgação)

“Todos eles estão empenhados em trabalhar pelo nosso Estado”, afirmou o gestor nesta sexta-feira (16).

Com o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), Murilo Zauith teve a garantia de investimentos para a faixa de fronteira do Estado com o Paraguai e a Bolívia.

Já está documentada no Ministério a partilha do Fundo Nacional de Segurança Pública, que este ano prevê a distribuição de R$ 1,7 bilhão entre os estados. MS ficará com 5,24% do total, a segunda maior fatia, atrás apenas de SP com 6,66% do montante.

Na Casa Civil da Presidência da República, com o ministro Onyx Lorenzoni, o governador em exercício tratou da liberação de verbas para manutenção das rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul.

O Assunto também foi discutido com o diretor-geral do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Antônio Leite dos Santos Filho. O Dnit tem R$ 130 milhões para manter as rodovias de MS.

Outro assunto de extrema importância para o Estado, referente às compensações da Lei Kandir, foi debatido com o ministro Paulo Guedes (Economia), que condicionou o pagamento dos ressarcimentos previstos em lei à aprovação da reforma tributária do Governo Federal, que já tramita no Congresso.

Segundo Murilo Zauith, a União sinalizou quer ter os recursos no fim de 2019 para ressarcir todo o débito que tem com MS.

Com a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o governador em exercício afinou projetos que preveem melhorar a infraestrutura de pelo menos 200 assentamentos no Estado, onde vivem cerca de 50 mil assentados.

A intenção é recuperar estradas vicinais e acessos para potencializar o escoamento da produção dos pequenos agricultores e tornar os produtos mais competitivos.

Ainda na Capital Federal, Murilo Zauith se reuniu com o ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) para tratar das obras dos hospitais regionais de Três Lagoas e Dourados. As obras na unidade de saúde da Costa Leste devem ser finalizadas até o final deste ano.

A partir da conclusão, o Ministério da Saúde em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vai atuar para garantir o compra dos equipamentos.

Comentários