Governador diz que policiamento de fim de ano vai até 3 janeiro com mais de 1,3 mil policiais

Durante o lançamento do “Programa de Prevenção e Redução da Criminalidade”, na manhã desta quarta-feira (02), na praça do Rádio Clube, em Campo Grande, o governador Reinaldo Azsmbuja (PSDB), anunciou investimentos na área de Segurança Pública do Estado “apesar da gravidade da atual conjuntura de crise econômica e financeira que o país atravessa”.

Reinaldo Azambuja durante o lançamento do Programa de Prevenção e Redução da Criminalidade Foto Silvio Ferreira
Reinaldo Azambuja durante o lançamento do Programa de Prevenção e Redução da Criminalidade
Foto Silvio Ferreira

“Terminaremos o ano com 1.500 novos policiais e com a autorização de abertura de um novo curso de formação de mais de 400 soldadoscabos. Também serão realizados cursos de formação de cabos e sargentos, militares que há anos esperavam por uma promoção e que agora serão contemplados. Teremos também investimentos em equipamentos de segurança e armamentos para os policiais, para que esses agentes de segurança pública possam assegurar não apenas à segurança da população, mas também a própria segurança durante a prestação de seu serviço à sociedade.”

Foto Silvio Ferreira
Foto Silvio Ferreira

ECONOMIA

De acordo com o governador, esses investimentos serão possíveis porque, apesar de o PIB (Produto Interno Bruto) do Estado registrar, pela primeira vez em 15 anos, um crescimento meramente nominal – ou seja, positivo, mas abaixo da inflação oficial – MS deve ser o único da União a ter, nos próximos anos, investimentos privados, entre eles, a construção de novas plantas industriais”.

“Assim, conjuntamente com ações do governo do Estado para a redução dos gastos, continuaremos priorizando a entrega de serviços básicos para a população e a racionalização das despesas, para viabilizar mais investimentos”.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários