Governador destaca oportunidades no Estado com inauguração de empresa

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) participou na manhã desta segunda-feira (19) da inauguração da 1ª loja Leroy Merlin em território sul-mato-grossense, que recebeu investimentos de R$ 80 milhões e gerou quase 500 empregos, diretos e indiretos.

Governador Reinaldo Azambuja durante inauguração da empresa Leroy Merlin (Foto: Jessica Barbosa)
Governador Reinaldo Azambuja durante inauguração da empresa Leroy Merlin (Foto: Jessica Barbosa)

“Sabemos da crise politica e econômica que o país enfrenta, por isso investimentos importantes como este mostram a confiança no nosso Estado. Mato Grosso do Sul é um lugar de oportunidades”, pontuou o governador durante a cerimônia.

A empresa, segundo informações do Porrtal Notícias/MS, integra um grupo francês do setor de materiais de construção presente no Brasil desde 1997 e que inaugura em Campo Grande sua 34ª loja, com instalações de quase 9 mil m² de área de venda, quase 10mil m² de estacionamento e outros 4 mil m² de espaço de logística.

“Escolhemos Campo Grande por seu uma cidade em expansão, planejada, com trânsito organizado, muitas áreas verdes, voltada para a sustentabilidade e por ser um polo regional de desenvolvimento econômico”, revelou o diretor geral da empresa no Brasil, Alain Ryckeboer.

O evento também serviu para entrega do certificado e selo ambiental AQUA,  Alta Qualidade Ambiental, o que significa que o empreendimento foi construído e será mantido sob os mais rigorosos padrões de economia de recursos naturais.

O Chefe do Executivo Estadual destacou ainda o grande volume de investimentos privados no Mato Grosso do Sul que o colocam no topo do ranking nacional.

“Isso mostra a pujança que o Estado têm, ninguém traria um empreendimento investindo R$ 80 milhões na construção e mais R$ 40 milhões no estoque de produtos se não fossemos um mercado em expansão, até porque a economia vivem um momento de baixo crescimento. O estado tem potencial e os investidores confiam no potencial do Estado”, finalizou o governador  Reinaldo Azambuja.

Comentários

comentários