Governador assina em Brasília empréstimo para modernizar setor de arrecadação

O governador Reinaldo Azambuja cumpre agenda nesta segunda-feira em Brasília. Às 11h (10 horário MS), assina o contrato do Programa de Modernização da Gestão Fiscal do Estado (Profisco II).

Este recurso vai continuar os investimentos na modernização e fortalecimento do setor de arrecadação do Estado, para melhorar a gestão dos gastos públicos, usando tecnologias digitais que vão dar mais dinâmica na área fiscal, dispondo de auditoria eletrônica e mais eficiência nas compras públicas, assim como fiscalização.

Governador vai assinar adesão ao Profisco II, que prevê empréstimo de US$ 47 milhões junto ao BID Foto Chico Ribeiro

“O novo projeto contemplará investimentos no aproveitamento das novas tecnologias da economia digital como a inteligência artificial, assim como a automação do processo tributário que permitirão inovar ainda mais na gestão fiscal”, disse o coordenador do Profisco, o auditor fiscal Tadeu Lourenço.

Para ter acesso a este recurso, nesta segunda edição, o governo estadual vai entrar com uma contrapartida de US$5,3 milhões. Esta verba será usada ao longo de cinco anos, para financiar e modernizar a administração tributária.

O secretário estadual de Fazenda, Felipe Matos, contou que esta inserção de novas tecnologias começou em 2007, quando houve a primeira edição do Profisco, onde o setor começou a apostar no uso da tecnologia da informação, reduzindo inclusive o uso de papel.

Para esta edição, as conversas do governo com o BID começaram em novembro de 2017, quando houve a primeira visita com a atual gestão. Em fevereiro foi feita a consolidação da proposta, sendo fechada a documentação em março. A assinatura será firmada hoje (16), no Ministério da Fazenda.

Comentários