‘Gordo’ é preso acusado de ser mandante de tentativa de roubo de avião

A polícia prendeu no início da tarde desta quarta-feira (18), o técnico em inseminação artifical em animais, douradense José Carlos Netto Cabreira, 51, o ‘gordo’, morador em Rondonópolis (MT). Ele é o articulador da tentativa de roubo da aeronave em fazenda de Aquidauana na manhã de ontem.

O homem foi detido em um hostel na capital sul-mato-grossense. Os investigadores chegaram até ele porque havia registros de ligações e mensagens dele com os outros 2 comparsas da quadrilha, que morreram após troca de tiros com a polícia. Além de confessar o crime, o preso disse que a aeronave seria usada para o transporte de cocaína entre Bolívia e Brasil.

‘Gordo’: preso em 2004 por receptação e uso de documentação falsa – Crédito: Divulgação/Batalhão de Choque/PM-MS

Segundo o Batalhão de Choque da Polícia Militar, que esteve a frente da operação, Gordo esteve na fazenda há cerca de 10 dias. Ele conversou como o proprietário, viu os aviões, e acertou a compra de uma deles por R$ 500 mil . O suspeito vai responder pelo crime de associação criminosa.

O caso

Rosival Fernandes da Cruz, de 42 anos, e José Donizeti da Silva, 52 morreram após uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM) na manhã desta quarta-feira (18), em uma fazenda em Aquidauana. Eles iriam roubar um avião na propriedade rural.

De acordo com os policiais, foi recebida denúncia anônima de que haveria roubo de avião. Eles, então, foram ao local e no início da manhã, e encontraram os suspeitos que já tinham invadido o galpão da fazenda.

Os policiais deram ordem de prisão e houve troca de tiros. Os homens de 42 e 52 anos, foram baleados e encaminhados ao hospital de Aquidauana, porém, não resistiram aos ferimentos.

Comentários