Gols relâmpagos aniquilam o Corinthians na Arena do Grêmio

Equipe de Roger Carvalho abre 2 a 0 em apenas quatro minutos, se defende bem no restante do jogo e vence o Timão, que perde a segunda consecutiva no BR-15

O Grêmio venceu o Corinthians na noite desta quarta-feira, por 3 a 1, em Porto Alegre. Uma vitória justa e que teve uma peculiaridade: se um torcedor na Arena foi ao banheiro pouco antes do apito inicial, certamente, se arrependeu. Numa das situações mais inusitadas da temporada, os donos da casa fizeram dois gols em apenas quatro minutos. Sim, isso mesmo. Giuliano, aos 2, e Marcelo Oliveira, aos 4, abriram uma vantagem que nem o mais otimista tricolor gaúcho espera.

03GRE
Foto Lancepress!

Mas vale ressaltar que, apesar de inusitado, levar dois gols em tão pouco tempo representa um pouco do momento conturbado e bagunçado do Timão, de indefinições fora de campo e falta de dinheiro. Mas não tinha outro jeito: ir para cima em busca de gols era obrigatório. E foi isso que a equipe de Tite fez, passando a dominar o jogo.

O Grêmio, por sua vez, resolveu curtir a vantagem. E pagou por isso, ao levar o gol de Stiven Mendoza, após belíssima dupla jogada de Fagner. O placar com um gol de diferença para os gaúchos era mais justo pelo que se via em campo, mas quando a fase não é boa, a justiça nem sempre se faz presente. E saiu o terceiro do Tricolor gaúcho ainda no primeiro tempo, após um chute errado na entrada da área, que encontrou Luan sem marcação dentro da pequena área.

Após o intervalo, o panorama seguiu o mesmo: corintianos no ataque, com a posse de bola, e gremistas na defensiva, na tentativa de manter a vantagem construída na primeira etapa. A equipe de Tite tentava pelo meio, mas era bloqueada por um ferrolho azul e preto. Quando buscava as laterais, faltava qualidade e parceria entre os atletas para a melhor jogada.

O tempo passava e o jogo seguia controlado pelo Grêmio, que abdicou do ataque e não conseguia pegar o Corinthians de surpresa, com menos jogadores no campo defensivo. A diferença no placar já estava construída. Talvez, maior do que as duas equipes mostraram em campo. Mas os três pontos para os gaúchos, sem dúvidas, foram justo. Em relação ao Alvinegro, a chance será reabilitar diante do Joiville, sábado, fora de casa. Conseguirá?

FICHA TÉCNICA GRÊMIO 3 X 1 CORINTHIANS

Data: 3/6/2015, às 22h
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Bruno Raphael Pires (GO)
Público/Renda: 17.971 pagantes / R$ 549.810
Cartões amarelos: Walace e Yuri Mamute (GRE); Gil, Bruno Henrique e Vagner Love (COR)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Giuliano, aos 2’/1ºT (1-0); Marcelo Oliveira, aos 4’/1ºT (2-0); Mendoza, aos 22’/1ºT (2-1); Luan, aos 38’/1ºT (3-1);

GRÊMIO: Tiago; Galhardo, Pedro Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Fellipe Bastos, aos 22’/2ºT), Giuliano e Luan; Pedro Rocha (Vitinho, aos 18’/2ºT) e Yuri Mamute (Lincoln, aos 31’/2ºT). Técnico: Roger Machado.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Edu Dracena, Gil e Fábio Santos; Cristian, Bruno Henrique (Petros, aos 30’/2ºT), Renato Augusto (Danilo, aos 30’/2ºT), Jadson e Mendoza; Ángel Romero (Vagner Love, aos 14’/2ºT). Técnico: Tite.
LANCEPRESS!

Comentários

comentários