Ginásio será a ‘cadeia’ para quem cometer crime eleitoral neste domingo

Quadra será a grande cela eleitoral (Foto: Reprodução - TRE)
Quadra será a grande cela eleitoral (Foto: Reprodução – TRE)

O Ginásio Poliesportivo Dom Bosco foi definido como o ‘cadeião’ para receber quem comete crime eleitoral nestas eleições do primeiro turno em Campo Grande. Serão detidos todos que cometerem qualquer tipo de manifestação coletiva de preferência política, bandeiras, vestimentas uniformizadas, broches do partido, adesivos e semelhantes.

Hoje também é proibido fotografar e filmar o voto, é vedado o uso de celulares, câmeras fotográficas, filmadoras e aparelhos semelhantes, dentro da cabine de votação. Também é proibido manter o veículo adesivado com propaganda eleitoral estacionado por um período londo próximo aos locais de votação, pois se configura crime eleitoral. Em Campo Grande, também está proibido o consumo de bebidas alcoólicas das 3h às 17h deste domingo de eleição.

Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MS), a Polícia Federal está de prontidão para evitar todo tipo de comportamento que venha prejudicar o andamento das votações. Quem for pego cometendo infrações eleitoras será levado para o ‘cadeião’ do Poliesportivo Dom Bosco e deverá permanecer lá até o final do dia.

A legislação eleitoral veda pisão de eleitores cinco dias antes da eleição e até 48 horas após seu encerramento, no dia da eleição as prisões são ‘permitidas’. Fiscais de partido e mesários, se cometerem crime no exercício de suas funções, também serão levados para a ‘cadeia’.

 

Comentários

comentários