Gilmar Olarte exonera 232 comissionados da Prefeitura

O prefeito Gilmar Olarte autorizou na noite desta sexta-feira (22) a exoneração de 201 funcionários comissionados (6 funcionários em função de confiança e 195 em cargo de nomeação direta), além de 31 professores convocados pela Prefeitura Municipal de Campo Grande. Os cortes vão gerar uma economia de cerca de R$ 1 milhão por mês aos cofres públicos. A lista dos exonerados será publicada ainda hoje em edição extraordinária do Diogrande.

Prefeito se reuniu com secretários para definir exonerações
Prefeito se reuniu com secretários para definir exonerações Foto:Denilson Secreta

A medida faz parte das ações de contenção de despesas capitaneadas pelo prefeito para fazer frente à crise econômica que atinge Campo Grande. O secretário municipal de Administração, Wilson do Prado, afirmou que as exonerações são necessárias, embora dolorosas para o executivo municipal.

“Ninguém gosta de mandar colaboradores embora. No entanto, neste momento, a Prefeitura precisa cortar cirurgicamente na própria carne diante de uma situação crítica, que será contornada num futuro próximo, mas que neste momento exige medidas duras. Vale lembrar que todos estes ajustes têm sempre o objetivo de preservar os serviços à população”, afirmou o secretário.

Na manhã desta sexta-feira, o prefeito Gilmar Olarte reuniu-se com todo o seu secretariado pedindo a colaboração de todos para a elaboração da lista dos exonerados. Os secretários se prontificaram a adequar sua estrutura de pessoal ao mínimo necessário para a boa manutenção da máquina pública.

“Este é um momento de sacrifício. No entanto, ele é necessário para que construamos um futuro melhor para todos os campo-grandenses. Nem todos têm a coragem de tomar medidas duras como esta. Nós, no entanto, temos a certeza de que esta crise será passageira e que em breve nossa cidade olhará para o passado com a certeza de que o prefeito tomou as medidas adequadas para garantir o futuro e o desenvolvimento de nossa cidade”, afirmou Olarte.

O prefeito disse, ainda, que a administração municipal tem sido responsável, arrumando a casa para promover o crescimento. “Os efeitos disso serão sentidos em breve com a recuperação das finanças, a otimização dos serviços, a ampliação das obras e a melhoria da qualidade de vida da população”, concluiu Gilmar Olarte.

Comentários

comentários