Gestante morre após passar mal, procurar posto de saúde e ser liberada

Uma mulher de 35 anos morreu após dar a luz ao segundo filho na madrugada desta quinta-feira (04), em Campo Grande. Rosângela Alves da Cunha havia ido até à Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Coronel Antonio, onde o médico receitou um remédio para pressão alta.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o marido da vítima contou que Rosângela estava grávida do segundo filho e o parto estava previsto para o dia 11 de fevereiro, porém, na madrugada de hoje, a vítima começou a passar mal e foi levada pelo marido até o posto de saúde do bairro Coronel Antonino.

Foto: Google Street View
Foto: Google Street View

No local, o médico receitou um medicamento para pressão alta e disse que ela poderia retornar para casa. Antes disso, uma enfermeira que fez a triagem da vítima informou que a pressão da gestante estava muito alta. Como a farmácia do posto estava fechada, o marido retornou com a vítima para casa e voltaria no período da manhã para pegar o remédio.

Por volta das 4h, Rosângela voltou a passar mal e teve convulsões e vômito. A gestante foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para a Santa Casa, onde morreu após o parto.

A criança está internada no Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional.

O caso foi registrado como morte a esclarecer na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro.

Comentários

comentários