Geraldo confirma convites de Aécio e Reinaldo e não descarta ingresso no PSDB

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) confirmou, neste final de semana, que recebeu do senador Aécio Neves e do governador Reinaldo Azambuja para filiar-se ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Ambos garantiram ainda que no PSDB o deputado terá assegurada sua condição de candidato à Prefeitura de Dourados na convenção que acontecerá entre os dias 20 de julho e 5 agosto.

Geraldo Resende pode regressar ao partido que ajudou a fundar em Dourados, o PSDB
Geraldo Resende pode regressar ao partido que ajudou a fundar em Dourados, o PSDB

Diante do convite, Geraldo Resende disse às duas lideranças tucanas que sente-se honrado com o convite e que está avaliando o posicionamento do PMDB em âmbito nacional para tomar uma decisão, o que deverá ocorrer até o próximo dia 19.

O deputado explicou também que nos últimos meses dedicou-se a construir sua pré-candidatura no PMDB, e que antes de definir seu rumo partidário, irá conversar com todos aqueles que apoiam, dentro e fora do partido, a pretensão de disputar a Prefeitura de Dourados.

“Fui um dos fundadores do PSDB em Dourados e seu filiado número um nesta cidade e um dos primeiros em Mato Grosso do Sul. Meus dois mandatos de vereador foram conquistados por este partido, do qual saí posteriormente por contingências da política estadual. Mas me sentirei bastante à vontade, caso retorne à sigla”, salienta Geraldo Resende.

O deputado afirma, porém, que tem um respeito muito grande pelo PMDB douradense e estadual, partido que ajudou a construir nos últimos anos, junto com lideranças locais e regionais e pelo qual é pré-candidato oficial à Prefeitura este ano.

“Somente irei refazer esse projeto em uma outra agremiação se for o melhor caminho para nossa cidade, para nosso Estado e para o país”, ressalta. “Nosso propósito é construir uma boa relação com o governo do Estado, principalmente em função da grave crise econômica que o país atravessa”.

PMDB

A possibilidade de deixar o PMDB foi anunciada por Geraldo Resende antes da reunião do Diretório Municipal que aconteceu no último dia 5 de março, para todos os presentes ao evento com direito a voto. Mesmo assim, o deputado foi aclamado pré-candidato por 45 votos a 0.

Naquela ocasião, o deputado anunciou que a definição dependia do resultado da convenção nacional do PMDB, marcada para o último sábado, dia 12.

“Caso o partido decida continuar apoiando este governo, não haverá mais espaço para nós, da oposição, não teremos mais espaço para militarmos no PMDB”, explicou.

Mas, segundo o deputado, o PMDB tomou uma posição dúbia no último sábado. O partido decidiu, em âmbito nacional, que em 30 dias define se permanece ou deixa o governo. “Vamos acompanhar os próximos passos do partido e conversar com lideranças políticas e, acima de tudo, ouvir os anseios da população, que é o norte de minha vida política”, conclui Geraldo.

Comentários

comentários