Gaeco ouve Jamal hoje sobre denúncia de compra de voto por Bernal

Depois de acusar o prefeito Alcides Bernal (PP) de compra de votos para se manter no cargo, em 2014, quando o pepista acabou sendo cassado, o ex-secretário de saúde de Gilmar Olarte, o vereador Jamal Salem (PR), foi convocado pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) para depor nesta segunda-feira (26) e esclarecer as afirmações.

23jamal

Ele será inquirido sobre as declarações que levaram o vereador Edil Albuquerque (PMDB) a entrar com representação junto ao órgão do MPE (Ministério Público Estadual), para que sejam apreendidos e periciados também os celulares dos outros vereadores que não estão sendo investigados na Operação Coffee Break. O depoimento está marcado para às 9h30.

O Gaeco investiga 17 vereadores, três empresários, e prefeito afastado Gilmar Olarte (PP) por liminar). Todos são envolvidos na Coffee Break que tem como objetivo de apurar possível compra de votos e favorecimentos sobre a cassação do atual prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal.

Comentários

comentários