Gabinete de Magali Picarelli é alvo de operação da Gaeco

Três agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) fazem busca de documentos no gabinete da vereadora Magali Picarelli (PSDB) nesta terça-feira (13). Os policiais estão a portas fechadas no gabinete da vereadora. A diretoria da casa afirmou à equipe do PáginaBrazil.com  na Câmara Municipal, que não sabe do que se trata e só soube da ação quando agentes estavam a tempo fechado no gabinete.

Imprensa aguarda enquanto o gabinete permanece fechado (Foto: Lúcio Borges)

Na manhã de hoje, as sedes da Seleta e da Omep (Organização Mundial pela Educação Pré-Escolar), amanheceram com viaturas do grupo especial da policia para investigações. As instituições são investigadas por irregularidades nos convênios com a prefeitura, como funcionários de mesma função com salários diferentes e até servidores fantasmas.

O Ministério Público Estadual já havia confirmado a participação de vereadores no caso, que teriam feito indicações de pessoas para trabalharem nas entidades. Até então, o nome da vereadora Magali Picarelli não estava na lista de pessoas que indicou trabalhadores.

Conforme informação apurada pelo PáginaBrazil.com,  Magali Picarelli foi para sede do GAECO, mas a princípio a convite.

O procurador da Câmara Municipal acompanha os trabalhos dentro do gabinete da vereadora e frequentemente sai do local e vai para a direção da casa e diz que ainda não sabe do que se trata.

Com informações de Lúcio Borges – direto da Câmara

 

Comentários