Futebol terá alterações de regras a partir de junho

Gazeta Esportiva.com

A International Board (IFAB), órgão responsável por rever as regras e pensar em melhorias para o funcionamento das partidas, anunciou neste sábado um pacote de novidades e mudanças de diretrizes para os jogos de futebol do mundo inteiro. As alterações divulgadas foram discutidas em um encontro da entidade em Aberdeen, na Escócia, e passarão a entrar em vigor a partir do dia 1º de junho, após o término da temporada europeia.

Uma das mudanças, que já poderão ser observadas na Copa América deste ano, é a revisão da interpretação dos lances nos quais um jogador se beneficie de um toque de mão para marcar um gol ou até mesmo para dar origem à jogada que resulta em gol. Mesmo que o contato não seja intencional, a instrução passa a ser que o árbitro marque a falta.

Outro aspecto abordado pelo relatório da IFAB explicita a obrigatoriedade do jogador sair pela linha de campo, seja lateral ou de fundo, no momento de ser substituído. O intuito é deixar o jogo mais dinâmico e coibir as ações de anti-jogo. Ainda em relação às linhas, agora não será mais necessário que a bola ultrapasse o limite da grande área na cobrança de tiro de meta ou de faltas dentro da área.

Uma novidade que promete causar polêmicas é a possibilidade agora dos membros da comissão técnica serem punidos com cartões amarelo e vermelho, tal qual os jogadores. Em relação ao árbitro, uma nova orientação é que o jogo seja paralisado nos momentos que a bola bata em seu corpo. Para reiniciar a partida, será utilizada a bola ao chão.

O órgão determinou também que agora o goleiro não mais precisará ficar com os dois pés na linha ao esperar a cobrança de pênalti; ficar com apenas um deles passará a ser tolerado. Essa alteração não deverá ter um impacto grande, já que costumeiramente os árbitros já costumavam permitir que os goleiros tirassem um dos pés da linha do gol.

Por fim, a IFAB também analisou a experiência do árbitro de vídeo até o momento no cenário internacional de futebol. Em relatório divulgado após o encontro, a entidade afirmou que “expressou sua satisfação com o impacto significante e o sucesso que o VAR teve”. A maioria dos principais campeonatos pelo mundo já adotaram o árbitro de vídeo, assim como os torneios internacionais. A CBF já anunciou que, a partir deste ano, o Campeonato Brasileiro também terá VAR em todas as suas partidas. 

Comentários