Furacão volta a vencer e passa pelo Botafogo

Foi no sufoco, mas depois de quatro derrotas, o Atlético Paranaense voltou a vencer no Campeonato Brasileiro e bateu o Botafogo por 1 a 0, na Arena da Baixada. Com o resultado, o Rubro-Negro, com 33 pontos, chegou a oitava colocação. Já o Alvinegro, com 26 pontos, ocupa a 16ª colocação.

Pablo voltou para ajudar o Furacão na Arena ( (Foto: Gazeta Esportiva )
Pablo voltou para ajudar o Furacão na Arena ( (Foto: Gazeta Esportiva )

Precisando mostrar serviço para o torcedor, que na última apresentação na Arena protestou, o Furacão começou tentando impor o ritmo da partida. E, aos seis minutos, após cobrança de escanteio de Nicolas, Hernani apareceu no primeiro pau para desviar e abrir o marcador. Aos 10 minutos, mais uma chance de Hernani na área, mas desta vez o cabeceio saiu pela linha de fundo.

Bem no ataque, Henani quase entregou o ouro, aos 19 minutos, após dar um passe errado nos pés de Sassá, que arriscou o tiro, para fora, com perigo. Mais Botafogo no ataque, com Bruno Silva, que dominou com estilo e de primeira, de longe, carimbou a trave de Santos que nada poderia fazer no lance. Falha do goleiro rubro-negro, aos 24 minutos, a bola sobrou para Camilo, mas Thiago Heleno apareceu para salvar.

Depois de um bom momento dos visitantes, o Rubro-Negro tentava colocar a bola no chão para acalmar a situação. Aos 34 minutos, bola na fogueira para Santos, que desta vez saiu com estilo para chegar antes de Sassá. Aos 38 minutos, Neilton foi lançado em velocidade, com liberdade, mas a arbitragem anotou impedimento. Aos 45 minutos, bola na área atleticana e Sassá, de cara para o gol, conseguiu isolar.

Para a etapa final, as equipes retornaram sem modificações. Aos oito minutos, Diogo Barbosa armou o contra-ataque com Rodrigo Lindoso, mas Thiago Heleno apareceu para afastar o perigo. Aos 17 minutos, levantamento na área e Pablo apareceu para testar pela linha de fundo.

Aos 25 minutos, Neilton recebeu na área e parou em Santos, que salvou o chute no reflexo. Na resposta, Hernani cobrou falta perigosa parando em grande defesa de Sidão. Luis Ricardo teve a grande chance do empate, aos 36 minutos, em cabeçada mortal que desviou na trave antes de sair. A pressão era grande e, aos 41 minutos, Pimpão mandou a bomba para Santos segurar e garantir os pontos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense encara o Figueirense, no dia 7 de setembro, quarta-feira, no Estado Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Já o Botafogo tem o clássico diante do Fluminense, no Estado Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro.

ATLÉTICO-PR 1 X 0 BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 29 de agosto de 2016, segunda-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Lucas Fernandes e Hernani (Atlético-PR); Diogo (Botafogo)

Gol ATLÉTICO-PR: Hernani, aos 06 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-PR: Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio e Hernani; Lucas Fernandes, Pablo e Luan (João Pedro); André Lima.
Técnico: Paulo Autuori

BOTAFOGO: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson, Diogo, Airton (Salgueiro), Bruno Silva (Leandro), Lindoso, Camilo, Neilton (Pimpão) e Sassá
Técnico: Jair Ventura (Gazeta Esportiva)

Comentários

comentários