Funtrab abre 70 vagas de empregos em Campo Grande

Nesta segunda (2) a Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul (Funtrab) realiza mais de 300 atendimentos, para os trabalhadores que buscam por oportunidades de empregos, Carteira de Trabalho e Seguro-desemprego.

A Funtrab possui 31 agências de empregos no MS, mas apenas 15 agências funcionam hoje, ao todo são 311 vagas disponíveis nas 15 agências. Os municípios em destaque são Campo Grande com 70 vagas, Costa Rica 77 vagas e Dourados com 44 oportunidades.

Segue a lista com algumas vagas para Campo Grande, com a descrição das exigências e salário:

COORDENADOR DE EVENTOS – Exige-se experiência e o ensino superior (qualquer área), salário R$ 2.500,00 + auxílio alimentação (R$330,00).

INSPETOR DE SEGURANÇA – Exige-se experiência e o ensino médio, salário R$ 1.100,00.

MOTORISTA CARRETEIRO – Exige-se experiência e o ensino médio incompleto, salário R$ 2.700 + alimentação.

TORNEIRO MECÂNICO – Exige-se experiência e o ensino fundamental incompleto, salário R$ 1.800,00.

OPERADOR DE EMPILHADEIRA (6 vagas) – Exige-se experiência e o ensino fundamental, salário R$ 986,00 + cesta básica.

AUXILIAR DE JARDINAGEM NA CONSERVAÇÃO DE VIAS PERMANENTES – Exige-se experiência e o ensino médio incompleto, salário R$ 994,57 + ticket alimentação.

OPERADOR DE TELEMARKETING ATIVO (8 vagas) – Exige-se experiência e o ensino médio, salário R$ 880,00 + ticket alimentação e comissão.

OPERADOR DE SALA DE MÁQUINAS (EMBARCAÇÕES) – Exige-se experiência e o ensino médio, salário R$ 2.136,00 + cesta básica e refeição.

TÉCNICO EM REFRIGERAÇÃO (INSTALAÇÃO) (2 vagas) – Exige-se experiência e o ensino fundamental, salário R$ 1.300,00.

Os interessados em preencher alguma das oportunidades ofertadas em Campo Grande, devem comparecer à Rua 13 de maio, 2773 – Centro, com RG, CPF e Carteira de Trabalho. A Funtrab atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 13 horas. As vagas de empregos são rotativas, podem ser preenchidas a qualquer momento, sem prévio aviso.

Mais informações no site: www.funtrab.ms.gov.br.

Comentários