Fundesporte inicia classificação por pontos dos pleiteantes do Bolsa Atleta

Publicada a lista definitiva de inscritos, o Comitê Gestor da Bolsa Atleta e Bolsa Técnico (Cogeb) da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) deu início, nesta quarta-feira (28), ao processo de classificação por pontos dos pleiteantes do Bolsa Atleta 2021-22.

Foto: Lucas Castro/Fundesporte

Para a seleção desta edição do programa, contarão os resultados de competições estaduais, regionais, nacionais e internacionais disputadas no período de 1º de janeiro de 2019 a 31 de dezembro de 2020. Os atletas serão julgados e classificados com base nas informações contidas nas declarações, utilizando a Tabela de Pontuação, presente na Portaria Normativa/Fundesporte Nº 02, de 11 de fevereiro de 2021.

Ao todo, foram realizadas 684 inscrições no programa de auxílio financeiro do Governo do Estado. Na primeira fase, o Cogeb/Fundesporte analisou a regularidade dos documentos apresentados na inscrição e o cumprimento dos requisitos mínimos para continuar na seleção.

Na próxima etapa, após a classificação com base na Tabela de Pontuação, serão realizadas entrevistas com os candidatos melhor classificados no ranking por pontos. Os mais qualificados, segundo os critérios normativos do Cogeb, serão os beneficiados com o auxílio mensal. A classificação dos pleiteantes ao Bolsa Técnico depende exclusivamente dos resultados de seus respectivos atletas no processo classificatório.

Para o período 2021-22, o Governo do Estado investirá R$ 2,74 milhões, somando-se todas as 12 parcelas (R$ 227.750,00 por mês), valor que representa o dobro de recursos da edição anterior. A quantidade de bolsas ofertadas também foi ampliada em 40% (de 190 para 265 – 235 atletas e 30 técnicos), além do aumento de 80% no número de categorias (de cinco para 11).

As categorias de bolsa são Estudantil (100 bolsas de R$ 500), Universitário (15 de R$ 950), Nacional (50 de R$ 950), Nacional Paralímpico (20 de R$ 950), Máster (10 de R$ 950), Pódio Complementar (10 de R$ 1.200), Pódio Complementar Paralímpico (10 de R$ 1.200), Internacional (10 de R$ 1.200), Olímpico e Paralímpico (10 de R$ 1.400), Técnico I (15 de R$ 1.000) e Técnico II (15 de R$ 1.500).