Funcionários dos Ceinfs põem fim a greve em Campo Grande

Depois da assembleia geral realizada na noite dessa quinta-feira (15), em que os trabalhadores terceirizados da Omep e Seleta que atuam nos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) da prefeitura de Campo Grande, decidiram por maioria encerrar a paralisação iniciada na última quinta-feira (14), a presidente do Senalba/MS, Maria Joana Barreto Pereira, declarou que “é lamentável que a prefeitura tenha se mantido intransigente diante do reajuste de uma categoria que cuida das crianças de campo grande com salários entre R$ 788,00 e R$ 964,00 e que os empregadores não tenham dado a devida atenção a esta negociação”.

Manifestação reuniu cerca de 500 grevistas na Praça do Rádio Club onte, Foto Paulo Francis
Manifestação reuniu cerca de 500 grevistas na Praça do Rádio Club ontem, Foto Paulo Francis

Documento redigido pelo secretário municipal de administração e também Secretário Interino da Secretaria Municipal de Educação Wilson do Prado da secretaria de administração do município afirma que “devido à crise financeira e diminuição de receitas públicas não teria como efetuar aumento do repasse à Omep e Seleta, que hoje totaliza 5,8 milhões, inviabilizou o reajuste dos salários dos profissionais”.

Segundo a dirigente, essa postura não deixou à categoria outra alternativa senão aceitar encerrar a paralisação e os termos propostos pela administração municipal: “redução da jornada de trabalho de 7 horas para 6 horas corridas para os – período matutino e vespertino, abono das faltas dos dias parados e a manutenção de emprego aos profissionais que participaram da greve”.

A liderança do sindicato ainda se ressentiu da postura da prefeitura e também da ausência da intercessão dos vereadores pela categoria: “que não será esquecida nas próximas eleições”.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários