Funcionária da Seleta se diz enganada e denuncia campanha de Marquinhos Trad ao MPF

Valdete conta que se sentiu enganada e por isso realizou a denuncia nesta tarde (26). (Foto: Paulo Francis)
Valdete conta que se sentiu enganada e por isso realizou a denúncia nesta tarde (26). (Foto: Paulo Francis)

Valdete Rizzo Muniz, que é funcionaria terceirizada da Seleta (Sociedade Caritativa e Humanitária), denunciou na tarde desta segunda-feira(26), ao MPF (Ministério Público Federal), o candidato Marquinhos Trad (PSD), por realizar campanha ilegal dentro da organização, em Campo Grande.

Conforme explicou a mulher, que é instrutora de depilação, na última sexta-feira (23), os funcionários da Seleta foram convocados para uma reunião no qual seria discutido assuntos relacionados ao trabalho e salario, mas ao chegar ao local combinado Valdete contou que se tratava de uma reunião partidária solicitando o apoio ao candidato em questão.

“Não sei outras pessoas, mas eu me senti enganada porque nos convocaram dizendo que seria uma coisa e chegando la era outra bem diferente. Deveriam ter nos avisado antes que era algo político”, reclama a denunciante.

Pelo menos 50 pessoas participaram da reunião que durou cerca de 20 minutos. Entretanto Valdete destaca que nenhuma pessoa foi obrigada a estar no local, porem decidiu ficar até o final os desdobramentos.

Denúncia foi realizada no prédio do Ministério Público Federal. (Foto: Paulo Francis)
Denúncia foi realizada no prédio do Ministério Público Federal. (Foto: Paulo Francis)

Diante dos fatos a instrutora registrou fotos e videos da reunião anexou a denuncia junto ao MPF, mas ainda não foi intimada a prestar depoimento.

Direito de Resposta – A equipe do Página Brazil entrou em contato com a Assessoria do candidato Marquinhos Trad, mas o advogado da campanha preferiu não comentar o caso e disse que vai aguardar a decisão do MPF se a denuncia será acatada ou não.

Comentários

comentários