Fronteira Brasil – Bolívia, em MS, amanhece fechada em protesto à reeleição de Evo Morales

A fronteira Brasil – Bolívia, em Mato Grosso do Sul, amanheceu fechada nesta terça-feira (9). Manifestantes impedem a passagem de veículos entre os dois países em protesto à reeleição do presidente Evo Morales.

Manifestantes bolivianos impedem passagem de veículos entre os dois países.

O protesto teve início por volta de meia-noite de terça-feira. Para se chegar a um dos dois países, só a pé. Muitos comerciantes bolivianos que vendem produtos nas feiras de Corumbá, não puderam cruzar a fronteira com veículos.

Segundo a Receita Federal, 300 caminhões passam diariamente na fronteira e de janeiro deste ano até esta segunda-feira (8), 104 mil pessoas já tinham passado por lá.

Os manifestantes são contra decisão do judiciário boliviano, que autoriza a reeleição de Evo Morales. Situação que vai contra referendo de fevereiro de 2016, onde a maioria da população votou por não reeleição.

Até a publicação desta reportagem, a manifestação acontecia de forma pacífica.

Comentários