Flu e Cruzeiro ficam no empate e perdem chance de subir na tabela

Gazeta Esportiva

Em duelo entre duas equipes que sonhavam terminar a rodada no G6, Fluminense e Cruzeiro empataram por 1 a 1, nesta quinta-feira, no Giulite Coutinho. O resultado não foi bom para nenhum dos times. Os mineiros chegaram a 22 pontos, enquanto os cariocas têm um a menos.

Flu e Cruzeiro ficaram no empate (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

O primeiro tempo foi muito movimentado e proporcionou os gols da partida. O Cruzeiro abriu o placar com Sassá, mas viu o Fluminense empatar logo depois, com Richarlison, em cobrança de pênalti.

Na próxima rodada, o Fluminense terá pela frente o líder Corinthians, no domingo, no Maracanã. No mesmo dia, o Cruzeiro volta a atuar longe de casa. Desta vez, o adversário será o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis.

O jogo – A partida começou com as duas equipes em busca do ataque. No entanto, a primeira boa chance do confronto aconteceu somente aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio, Léo apareceu livre, mas chutou sobre o travessão de Julio Cesar.

Enquanto o Fluminense não conseguia levar perigo a Fábio, o Cruzeiro era mais organizado e chegava com mais qualidade. Os mineiros assustaram em chutes de fora da área de Henrique e Thiago Neves, que obrigaram Julio Cesar a fazer boas defesas.

Os visitantes continuaram tendo o domínio da partida e criaram nova chance aos 31 minutos. Sassá tocou para Thiago Neves na entrada na área. O meia chutou para o gol, mas viu o arqueiro do Tricolor se esticar para salvar. Aos 35 não teve jeito. Thiago Neves achou Sassá na área e o atacante só teve o trabalho de mandar para a rede.

O Fluminense só conseguiu criar sua primeira oportunidade aos 37. Após cobrança de escanteio, Léo desviou para o gol, mas o goleiro Fábio estava atento para realizar grande defesa salvar os cruzeirenses.

O lance animou os donos da casa, que chegaram ao empate aos 40. Richarlison foi derrubado por Lucas Romero e o árbitro marcou pênalti. O próprio atacante cobrou com categoria. Assim, o jogo foi para o intervalo com a igualdade no marcador.

O segundo tempo iniciou da mesma forma que o primeiro. O Cruzeiro, mais organizado, novamente criou a primeira chance, aos seis. Thiago Neves recebeu na área, girou e acertou a trave.

Depois disso, o jogo caiu de rendimento, pois as duas equipes passaram a priorizar a marcação. O Fluminense só conseguiu criar boa oportunidade aos 22 minutos. Gustavo Scarpa aproveitou cruzamento e desviou para o gol, mas viu Fábio fazer a defesa em dois tempos.

A partida permaneceu truncada, tanto que os donos da casa chegaram novamente com perigo somente aos 37. Scarpa recebeu passe na área, mas chutou errado. Após o susto, o Cruzeiro passou a administrar o resultado e preferiu não dar espaços aos cariocas.

Nos minutos finais, os mineiros conseguiram impedir a pressão do Fluminense. Os tricolores erraram muitos passes e não levaram perigo . Assim, os donos da casa tiveram que se contentar com mais um empate, o sexto em 15 jogos na Série A.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 1 CRUZEIRO

Local: Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ)
Data: 20 de julho de 2017 (Quinta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Renda: R$ 115.000,00
Público: 4.757 pagantes
Cartões amarelos: Richarlison, Wendel e Marlon Freitas (Fluminense); Lucas Romero, Ezequiel e Léo (Cruzeiro)
Gols: FLUMINENSE: Richarlison, aos 40min do primeiro tempo
CRUZEIRO: Sassá, aos 35min do primeiro tempo

FLUMINENSE: Júlio César, Lucas (Norton), Henrique, Frazan e Léo; Jeferson Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Richarlison e Pedro (Marcos Calazans)
Técnico: Abel Braga

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Ariel Cabral (Rafael Marques), Lucas Silva, Elber (Raniel) e Thiago Neves; Sassá (Bryan)
Técnico: Mano Menezes

Comentários