Florence já causou 11 mortes em sua passagem pelos EUA

Agência Brasil

A tempestade tropical Florence, com ventos e chuvas intensos, causou a morte de menos 11 pessoas na sua passagem pelos Estados Unidos. Também provocou aumento do nível de rios e lagos, que começam a transbordar na Carolina do Norte e do Sul. Depois de sair da condição de furacão, Florence foi rebaixado para a categoria de tempestade tropical, com ventos máximos constantes de 75 quilômetros por hora (km/h). A preocupação das autoridades agora são as incessantes chuvas.

O governador de Carolina do Norte, Roy Cooper, classificou as chuvas como “épicas” e informou que houve recorde de acúmulo de água, com mais de 76 centímetros na cidade de Swansboro, enquanto há outras quatro acima de 50 centímetros.

A marca anterior, de 61 centímetros, foi estabelecida em 1999 durante o passagem do furacão Floyd pela região.

Essas chuvas são as que causaram a morte de três pessoas no condado de Duplin, na Carolina do Norte, devido a “enchentes e bolsões de água nas estradas”, segundo informação da prefeitura local.

Por isso, o prefeito decretou toque de recolher de 12 horas em sua jurisdição para reduzir as possibilidades de acidentes deste tipo. Durante a noite só será permitido o tráfego de veículos de emergência e por motivos de trabalho. Uma mulher morreu ao bater o carro contra uma árvore que tinha caído na estrada.

Comentários