Flamengo avança em negociação por contrato de quatro anos pelo Maraca

Lancepress/JP

Sintonia entre time e torcida no Maracanã é levado em consideração (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Flamengo quer voltar a ter o Maracanã como sua casa e, visando isso, vem negociando um novo contrato com o consórcio administrador do estádio nas últimos dias. Para o acordo sair, os valores da parceria precisam ser aprovados internamente, mas a intenção é firmar a parceria pelos próximos quatro anos.

O tempo de contrato é justamente o ponto a ser discutido internamente. Afinal, o clube da Gávea vive ano eleitoral e o presidente Eduardo Bandeira de Mello deixará o cargo até dezembro. O candidato da situação ainda não está definido.

Para que a nova parceria com o consórcio seja assinada, é preciso a aprovação dos conselhos. A sintonia entre time e torcida nas últimas partidas no estádio teve ótima repercussão interna. Foram mais de 100 mil torcedores nos jogos contra América-MG e Internacional, ambos pelo Campeonato Brasileiro.

Após um estudo de viabilidade, apresentado por um grupo de conselheiros, o clube adotou uma política de preços mais baixos contra o Coelho e Colorado, assim como para o jogo contra a Ponte Preta, pela Copa do Brasil, na quinta. Mais de 35 mil ingressos já foram vendidos de forma antecipada até terça.

A renda diante do Internacional foi de R$ 186 mil, considerada baixa por conta do grande público que foi ao Maracanã. Mesmo assim, superou boa parte do arrecadado em jogos realizados na Ilha em 2017, com entradas mais caras.

SITUAÇÃO DA ILHA DO URUBU

A queda de dois postes de iluminação em fevereiro, por conta das chuvas que atingiram o bairro da Ilha do Governador, atrapalhou os planos do Flamengo para a temporada. Em 14 de abril, o clube esclareceu que estava “acionando na Justiça os responsáveis pelos prejuízos causados” no estádio e deu a previsão de 60 dias para “solucionar os problemas com as torres de iluminação.”

Por conta dos altos custos e do imbróglio judicial envolvendo o Maracanã, o Flamengo adotou a Ilha do Urubu como casa em 2017. O clube investiu na reforma do estádio da Portuguesa e assinou um contrato de três anos.

Caso a parceria com o Maracanã seja firmada para os próximos anos, é possível que a Ilha do Urubu seja “devolvida” à Portuguesa pelo Fla antes do prazo.

Comentários