Fla estima arrecadação superior a R$ 30 milhões anuais com patrocinador

Lancepress/JP

Gabriel Pentagna Guimarães (diretor presidente da BS2), à esquerda, e Rodrigo Pentagna Guimarães (vice-presidente comercial do BS2), à direita, acompanhados do presidente Rodolfo Landim (Foto: Divulgação/Flamengo)

O Flamengo e o Banco BS2 fecharam o contrato de patrocínio master e o anúncio já foi feito por parte do clube da Gávea, que estima, “de forma conservadora”, arrecadar mais de R$ 30 milhões anuais com o novo vínculo.

A parceria será válida até dezembro de 2020, mas ainda precisa ser analisada e aprovada pelo Conselho Deliberativo, que será convocado nos próximos dias.

O acordo funcionará da seguinte maneira: o Flamengo receberá um valor fixo de R$ 15 milhões anuais e terá participação na venda de produtos do BS2.

Desta forma, o engajamento dos torcedores é tido como fundamental para alavancar a arrecadação do clube. Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, falou sobre o modelo de contrato.

– Desenvolvemos esse modelo com o BS2 porque, além de conhecer a seriedade e a qualidade do serviços do Banco, sabemos a força da Nação rubro-negra. Tenho certeza que a nossa torcida vai abraçar esta parceria.

Gabriel Pentagna Guimarães, diretor presidente do Banco BS2, celebrou o acordo. Ele e Rodrigo Pentagna Guimarães, vice-presidente comercial do BS2, estiveram reunidos com Landim e finalizaram as tratativas nesta semana.

– Estamos muito felizes com a oportunidade de unir as nossas marcas na grande paixão dos brasileiros, o futebol. O Flamengo é um dos maiores clubes do mundo, com mais de 40 milhões de torcedores apaixonados em todo o País. Nossa expectativa é que essa parceria seja um sucesso para o clube, para o Banco BS2, e que traga muitas alegrias para o torcedor rubro negro – afirmou.

O Flamengo negociava a chegada de um novo patrocinador master desde a saída da Caixa Econômica Federal, que, com a mudança de governo, resolveu cancelar todos os contratos que mantinha com clubes de futebol do país. O contrato com a Caixa rendia ao Rubro-Negro, anualmente, R$ 20 milhões.

Comentários