Fiscalização apreende 25 Kg de carne irregular em feira livre

A Prefeitura de Corumbá,  através do SIM/POA (Serviço de Inspeção Municipal de Produtos de Origem Animal) apreendeu cerca de 25 quilos, entre carnes e linguiça, sem procedência na feira livre do bairro Universitário, nesta quinta-feira (21). A ação, que será frequente, visa tirar de circulação produtos de origem animal sem procedência, manipulados ou acondicionados de maneira indevida, podendo colocar em risco a saúde da população

Fiscalização diz que ação para coibir circulação de produtos sem procedência será frequente Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense
Fiscalização diz que ação para coibir circulação de produtos sem procedência será frequente Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

“Serão fiscalizados além das feiras livres, açougues, supermercados e restaurantes, até mesmo a venda de peixes no Porto Geral, será vistoriada. A carne que não tiver procedência, nota fiscal, será apreendida. Todos já foram notificados, já sabem da importância de oferecer produtos de qualidade e procedência”, afirmou o secretário de Produção Rural, Pedro Lacerda.

De acordo com o Coordenador do SIM/POA, Alexandre Cavassa, o trabalho de notificação e orientação já acontece há algum tempo e os comerciantes tiveram prazo para se adequar antes da apreensão. Todas as pessoas que quiserem trabalhar com produtos de origem animal, têm que passar pelo órgão, para que a venda seja de acordo com a legislação, obtendo o selo do SIM.

A carne apreendida foi destruída, conforme prevê a lei, que consiste em inutilizar o material apreendido com o uso de produtos químicos que aceleram a decomposição da apreensão, que em seguida é enviada para o descarte em local apropriado. Todo esse procedimento é realizado na presença da pessoa que tem o produto apreendido. Neste caso, o vendedor  não quis participar da ação.

diarionline

Comentários

comentários