Fifa pagou para Irlanda não entrar na justiça por gol da França

A Fifa pagou à Irlanda para que não entrasse com um recurso na justiça, após gol irregular da França nas eliminatórias para a Copa do Mundo-2010, declarou nesta quinta-feira o presidente da Federação Irlandesa de Futebol (FAI).

05mao

“Estávamos convencidos que tínhamos suficientes elementos para ir aos tribunais contra a Fifa pela forma que perdemos” na repescagem das eliminatórias europeias contra a França, declarou John Delaney à rádio estatal irlandesa RTE.

“Chegamos a um acordo. Aquilo aconteceu na quinta-feira e, na segunda-feira, o acordo estava assinado. Foi um acordo muito bom pra a federação”, explicou o dirigente.

A imprensa irlandesa afirma que a Fifa pagou 5 milhões de euros, mas Delaney se negou a confirmar o valor, já que há um acordo de confidencialidade.

A França se classificou à Copa do Mundo-2010 ao derrotar a Irlanda na repescagem das eliminatórias europeias, após o atacante Thierry Henry dominar claramente a bola com a mão dentro da área irlandesa antes de tocar para William Gallas balançar as redes.

Com este gol em Paris, a partida terminou empatada em 1 a 1, dando a vaga na Copa do Mundo aos franceses, que venceram na ida por 1 a 0.

Na época, a FAI pediu, sem sucesso, que a partida fosse remarcada.

A confissão de Delaney acontece em meio à avalanche de denúncias de corrupção na Fifa que acarretou na renúncia do presidente Jospeh Blatter.

BAND

Comentários

comentários