Fifa aceita recurso da AFA e retira suspensão aplicada a Messi

Da Redação/JN

Um dia após a Associação de Futebol da Argentina (AFA) apresentar um recurso, a Fifa divulgou uma nota oficial nesta sexta-feira para informar que aceitou a ação e retirou a suspensão de três jogos imposta a Messi. A multa de 10 mil francos suíços (cerca de R$ 32 mil) imposta na advertência também foi retirada. A audiência foi realizada na quinta-feira (4) em Zurique, na Suíça.

Messi conversa com o auxiliar brasileiro Emerson Carvalho Foto: Victor R. Caivano / AP

“O Comitê de Apelação da Fifa considerou reprovável a conduta do jogador Lionel Messi no dito incidente, mas determinou que as provas disponíveis não eram suficientes para demonstrar, segundo as normas adequadas – ou seja, de maneira completamente satisfatória – a aplicação do artigo 77 do código, que permite à Comissão Disciplinar sancionar faltas graves que não tenham sido advertidas pelo árbitro oficial do jogo”, diz o comunicado.

Por causa da suspensão, Messi ficou de fora da partida contra a Bolívia pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Se a suspensão fosse mantida, o jogador ficaria ausente também dos jogos contra Uruguai, Venezuela e Peru.

Messi foi punido a quatro jogos de suspensão por conta dos insultos proferidos contra a arbitragem na partida contra o Chile, pelas Eliminatórias da Copa de 2018. O objetivo é reduzir a pena a duas partidas. Com isso, ele ainda poderia entrar em campo para ajudar sua seleção a buscar uma vaga no Mundial.

A Argentina segue com a classificação à Copa do Mundo de 2018 na Rússia em risco, já que é apenas a quinta colocada nas Eliminatórias Sul-Americanas, com 22 pontos, e hoje teria que passar pela repescagem para jogar o Mundial. Isso se não perder até esta vaga. O aproveitamento da equipe com o craque é de 83%, mas sem ele o número cai para 29%.

Comentários