Festival de Artes Plásticas acontecerá na Capital, mas inscrição para participar acaba em uma semana

Lúcio Borges

Foto divulgação Festival 2014

A Cultura de Mato Grosso do Sul ganhou e foi realizado em 2014, o ‘Festival das Artes Plásticas de Campo Grande’, visando fomentar e valorizar a arte campo-grandense. Mas, como realizar uma ação cultural de envergadura pelo evento, o mesmo ocorreu naquele ano e ‘hibernou’, para não dizer que nasceu e morreu. Contudo, como um grupo de artistas idealizou o Festival há quatro anos, em 2018 retornam com a proposta programada para ocorrer durante quase um mês, de 2 a 31 de outubro. A exposição das artes, além de proporcionar sua beleza ao público, ainda contemplará o artista com um premio. Veja abaixo a descrição da premiação.

O evento é democrático e aberto a todo interessado da área, mas que para participar, tem que fazer um cadastro inscrição, que foi lançada há dias e segue por mais uma semana, até próximo dia 27. Conforme divulgação do Festival, cada participante deve se inscrever em uma categoria com três obras, sendo com mais de 18 anos e residentes em qualquer cidade de MS. Assim, o Festival das Artes Plásticas de Campo Grande, acontecerá em sua segunda edição do evento e as inscrições estão abertas e gratuitas, para artistas interessados em expor seus trabalhos.

O festival, que volta a ser realizado contando com recursos do FMIC (Fundo Municipal de Investimento Cultural), advindos da Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo), tem algumas características, onde cada artista deve inscrever três obras em uma das seis categorias, que são: pintura, gravura, escultura, fotografia, desenho e instalação.

Conforme detalha Wenceslau Oliveira, um dos idealizadores do evento, o festival difere dos demais salões de artes visuais do Estado porque une as citada diversas vertentes e técnicas, num único local. “Essa mescla é uma maneira de que mais gente que possa participar, assim é dado reconhecimento aos artistas e eles ficam conhecidos até no meio. O público também tem acesso a estilos diferentes, enriquece muito as pessoas já que veem esta variação tão grande”, explica.

Premiação

O participante não pode se inscrever em mais de uma categoria. Todas as obras inscritas ficarão expostas de 2 a 31 de outubro no Armazém Cultural, com visitação gratuita.

Uma curadoria avaliará todos os trabalhos e escolherá os três melhores em cada categoria. Serão levados em conta a criação, qualidade técnica e valor cultural. O primeiro colocado receberá R$ 4 mil, o segundo R$ 2.500 e o terceiro R$ 1.500. A premiação é a mesma para todas as categorias.

Além da escolha dos curadores haverá um prêmio para a obra mais votada por júri popular, que ganha R$ 1 mil e mais 20 obras receberão o prêmio R$ 700.  Um artista ainda ganha uma honraria de conjunto de obra.

Para a artista plástica Patricia Helney, que venceu a categoria pintura na primeira edição do evento, o festival integra os artistas e divulga as artes plásticas de Mato Grosso Do Sul. “Ele incentiva novos artistas, contribui para os mais antigos, faz a gente produzir. As premiações são muito boas também, é difícil ter incentivo para nós”, afirma.

Serviço

Os interessados devem realizar a inscrição na rua Sebastião Lima, 603, Jardim São Bento. Mais informações pelo telefone 3383-9973. O festival acontecerá no Armazém Cultural, que fica no início da avenida Calógeras, ao lado da Feira Central.

Outras informações na página do Facebook do festival: https://www.facebook.com/festivaldasartescg/.

Comentários