Festival Bar em Bar começa na próxima semana

IMG_6350De 5 a 22 de novembro, acontece em Mato Grosso do Sul, a 9ª edição do festival Bar em Bar. O festival gastronômico vai reunir receitas de 47 bares, das cidades de Campo Grande, Bonito e Dourados. O evento é uma ação promocional da Abrasel MS, em conjunto com a Abrasel nacional.  A expectativa é que este ano 250 bares participem em mais de 20 cidades em todas as regiões do país.

Segundo a diretora executiva da Abrasel, Paola Lani, a competição vai funcionar da seguinte maneira, cada estabelecimento prepara um petisco especial, que é oferecido aos clientes pelo preço fixo de R$15,00 e deverão servir, no mínimo, duas pessoas. Neste ano o tema do evento é “A partir das ruas, simplifica Brasil”.

Os clientes terão a missão de experimentar e escolher o preferido, dando uma verdadeira lição de democracia gastronômica, e por meio de uma votação no site os clientes elegerão a melhor receita do Bar em Bar. “Todos os restaurantes participantes serão identificados por um banner bem grande. A ideia é bem simples e a ideia são comidas e petiscos rápidos dos mais variados gostos, como os tradicionais croquetes de bar, porem esse ano está bem diversificado, pois temos comida árabe, oriental, doces e até comida fitness”, conta Paola.

IMG_6344Alguns bares participam do evento à varias edições, já muitos outros resolveram arriscar pela primeira vez no evento, como a proprietária do Recanto das Ervas, Márcia Chiad, que fez um prato super equilibrado, nutritivo e ideal para pessoas que não querem muitas calorias em sua alimentação, com o nome de Petisco da Horta. “Nos fizemos uma coxinha de batata doce com recheio de frango, envolta em farinha de linhaça, e há a mesma opção, mas com massa de pão de queijo. De acompanhamento vai um molho de capim limão, mel, gengibre, servidos com flor e brotos orgânico”, explica Márcia.

IMG_6335Também estreitou no evento o Chefe de Cozinha Edu Rejala, de 29 anos, que trabalha para dois estabelecimentos da Capital. Para o restaurante Madame Japô, o chefe apresentou um sushi de criação própria que faz muito sucesso na casa, o Sofia. Já para o Imakay, Edu desenvolveu um prato oriental, mas que leva um toque peruano, o Tiradito Tai.

“É a minha primeira vez neste evento e represento dois restaurantes de Campo Grande, e acredito que a iniciativa contribui muito para o crescimento da culinária e gastronomia em geral. O primeiro passo é participar, quanto a vitória, isso é consequência”, afirma Rejala.

Participante de primeira viajem, Silvia Menegazo, de 58 anos, participa também por dois estabelecimentos, a Cantina e Pizzaria Romana. Para a pizzaria formam preparados as Pizzeti, que são mini pizzas de tomatinho com aliche, testa de manjericão e a tradicional calabresa. Na Cantina, foi desenvolvida uma anti Pasta Italiana, como capotamo de berinjelas, pate de ervas e pimentões grelhados ,acompanhados de torradas. “ Optamos por pratos simples mas com um sabor marcante, o evento será muito ótimo, todos desta área deveriam participar”, alega.

Foto: Paulo Francis
Foto: Paulo Francis

Mas nem só de iniciantes ocorre o concurso, o veterano André Nardo, de 35 anos, do restaurante Divino Prato participa pela 6ª vez do festival e para este ano preparou um Croquete de Pacu com acompanhamento de mandioca. “Desde o primeiro que eu participei até este é possível notar a evolução, muita gente mobilizada, inclusive nós ja temos um público cativo que participa anualmente. É uma oportunidade unica para que frequentadores de outros lugares conheçam o meu e os que já me conhecem de visitar outros. Realmente agente acaba fazendo uma parceria”, frisa André.

O cliente também poderá solicitar em qualquer estabelecimento participante um passaporte, e em cada local que ele passar, receberá um carimbo. Ao final, o cliente que tiver mais carimbos, vai ganhar um prêmio.

Paulo Francis

Comentários

comentários