Feira Afro MS acontece hoje na Praça dos Imigrantes

Lúcio Borges

A Cultura, produtos e serviços de Afrosdescendentes de Mato Grosso do Sul estão em exposição, comercio e shows no centro de Campo Grande, por meio de um dia e feira especial neste sábado (23). A Feira Afro MS que está na 9ª edição, sim já tem tudo isso realizadas na Capital, criada para promover o que o grupo chama de “afroempreendedorismo”, acontece na Praça do Imigrante, até o fim da tarde de hoje. Desde cedo, e continua no local, há a mostra e oferta do artesanato, gastronomia e tantos outros elementos da cultura negra, atualmente redenominada como Afrosdescendentes.

A ‘Afro MS’, hoje ocupa a Praça com exclusividade para ressaltar a área e o grupo do Estado., estando em barracas espalhadas pelo local. Há peças de artesanato, de moda e também serviços de beleza. “É um momento para se conhecer ou ver/reconhecer que há muito no dia-a-dia da cultura Afro trazidas e aculturadas no Brasil, que define nosso País, mas não nasceu exatamente aqui. O espaço é mostrar e com isso também de fazer comercio, onde dá para escolher turbantes, roupas especiais, fazer tranças africanas e dreads. Também é a chance de experimentar comidinhas especiais”, aponta Romilda.

A jovem militante mostra ainda que no cardápio, entram o acarajé, a rapadura de Furnas do Dionísio -centro quilombola na Capital – e no almoço tem arroz carreteiro e até feijoada da Madá. Como ainda, ela lembra da luta e um certo aprendizado no local.

“O evento não é apenas lugar de venda de produtos. A programação tem a palestra ‘Reciclando nossas Atitudes’, além de música com o sambista Chokito, Rhaysla, Greg Antunes, Erico Bispo, Banda da Guarda Municipal Ulisses Conceição e dança do ventre do grupo Sem Limites”, destaca Romilda

A Feira Afro segue até às 18 horas na Praça do Imigrante.

Serviço

A Praça dos Imigrantes fica localizada ou pega as ruas Rui Barbosa, Joaquim Murtinho e Barão do Melgaço e encerrando a Rua 26 de Agosto.

O espaço oferece espaços adequados para permanente exposição e venda de produtos artesanais.

Comentários